Caminhoneiro

Caminhoneiro revoltado joga toda sua carga no chão

Casos aumentam consideravelmente por todo o Brasil.

Brigas e desentendimentos de motoristas com responsáveis por recepção de mercadorias aumentam

Muitos caminhoneiros de todo o Brasil vem reclamando sobre o problema de carregamento e descarregamento, envolvendo grandes grupos e empresas.

A falta de um planejamento adequado atrapalha todo o processo de transporte de cargas, não permitindo que sejam transferidas dentro do tempo de chegada do caminhoneiro no local, impedindo-o de fazer rapidamente.

Existem países que isso funciona como um relógio, como no Japão, por exemplo, em que os caminhoneiros chegam e logo são atendidos e a carga é transferida de forma rápida e segura e ao mesmo tempo, não atrapalha o caminhoneiro que pode seguir viagem normalmente, rumo a uma nova negociação de frete.

O que muitas empresas negligenciam ou fazem “vista grossa” é que no Brasil existe uma Lei que visa punir essas ações desordenadas.

Trata-se da Lei 11.442/2007, que regulamenta o transporte rodoviário de cargas e garante o direito de recebimento de horas excedentes e seu texto diz que o prazo máximo para carga e descarga do Veículo de Transporte Rodoviário de Cargas será de 5 (cinco) horas, contadas da chegada do veículo no endereço de destino.

Além da falta da percepção da Lei por empresas que deixam os caminhoneiros esperando por muitas e muitas horas, até mesmo sem adentrar o pátio para uso de banheiros etc, consideramos uma total falta de respeito com o trabalhador e que ainda atrapalha toda a rotina do caminhoneiro, que luta por ser contratado em outros fretes para que possa cobrir todos os gastos e assim conseguir tirar algum lucro da operação.

Normalmente o caminhoneiro só consegue ter seus direitos garantidos se entrar com um processo jurídico trabalhista contra a empresa contratante, o que muitas vezes acaba afastando o caminhoneiro de requerer seus direitos, por medo de ser desqualificado para novos serviços.

Continua após o anuncio

Cabe também uma fiscalização mais severa por parte dos órgãos competentes, para que a Lei seja aplicada em sua totalidade e isso pode ser feito através de denúncias.

Como denunciar empresas que agem de forma irregular, superando o prazo máximo para carga e descarga

A Secretaria de Trabalho – ST, lançou um canal para registro de denúncias trabalhistas no portal Gov.br. O objetivo é que o trabalhador não tenha que ir a uma das unidades das superintendências regionais do Trabalho do Ministério da Economia para registrar uma reclamação e com isso terá redução de custos e melhora na gestão pública de servidores que atuavam no atendimento presencial e que poderão ser deslocados para realizar outras atividades.

Esse canal deve ser usado para denúncias, reclamações e registro de irregularidades trabalhistas, mas é preciso cadastrar o CPF – Cadastro de Pessoas Físicas, além de uma senha na área de acesso ao portal Gov.br.

Não é possível fazer um denúncia anônima, porém os dados do denunciante são sigilosos e não serão divulgados no curso de uma possível fiscalização na empresa. O tempo estimado para realizar uma denúncia trabalhista é de aproximadamente quinze minutos.

No caso de um trabalho semelhante ao de escravo, não é exigida a identificação do denunciante no Gov.br e a denúncia deve ser feita pelo Sistema Ipê, que também está disponível no portal Gov.br.

Redação – Brasil do Trecho

Esta postagem foi publicada em 22 de junho de 2022 15:14

Compartilhar
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Quem ganha mais? Caminhoneiro ou Uber

Uma dúvida muito grande e que vem interessando curiosos em saber qual é a melhor…

3 minutos atrás

Motorista de ônibus de viagem paga as refeições quando para em algum restaurante?

Afinal, você sabe se o motorista que atua normalmente em viagens tem ou não que…

15 minutos atrás

Chorão pede que Bolsonaro pare de ouvir Paulo Guedes

O que um dos principais líderes dos caminhoneiros vem alegando para o presidente Bolsonaro é…

41 minutos atrás

Em Minas Gerais o IPVA atrasado de 2022 e de anos anteriores pode ser pago em até 12x

A medida é muito favorável para quem quer regularizar seus pagamentos junto ao Detran, contudo…

55 minutos atrás

Com a alta do diesel vale a pena ter caminhão elétrico?

O fato de que o consumo de diesel libera partículas mais poluentes no ar, como…

1 hora atrás

Caminhoneiro tem atitude sensacional com seus colegas de trânsito

Em um vídeo divulgado pelo canal crozzo yt do youtube, mostra um caminhoneiro muito diferente…

6 horas atrás