Dicas para motorista

Quando morre gado na gaiola o que acontece?

Quando se tem seguro o frigorífico paga uma parte e o caminhoneiro outra.

Sim, verdade o caminhoneiro paga também se um boi morrer na gaiola

Todos os dias são transportados diversos tipos de materiais e equipamentos, porém existem mercadorias que necessitam de cuidados especiais durante todo o transporte, como as cargas vivas por exemplo.

As cargas vivas são consideradas como os animais que são transportados para revenda, abates etc e os tipos mais frequentes são porcos, vacas, bois e cavalos.

Todas essas espécies possuem características específicas e cada uma delas deve ser transportada de modo correto, levando em consideração todas as suas necessidades.

Importante também alertarmos que caso os animais sofram algum dano ou até mesmo a morte durante o percurso, a empresa responsável poderá ter um grande prejuízo, podendo até sofrer penalidades jurídicas.

Para amenizar o dano, normalmente é feito um seguro para o transporte do gado, onde o frigorífico paga 70% se o boi morrer na gaiola e o caminhoneiro os outros 30%.

O ideal é fazer tudo o que for preciso para que isso não ocorra e vai desde as condições da gaiola, dar água e alimento para o boi e até dar uma parada de vez em quando para verificar se o gado está bem e se estão passando por alguma dificuldade.

O fato é que ter o seguro é fundamental para o transporte de qualquer produto ou mercadoria.

É indispensável que o caminhoneiro tome todos os cuidados necessário para o transporte de carga viva.

Seguem alguns cuidados importantes:

Espaço adequado – o caminhão deve conter espaço adequado para permitir que os animais possam se alimentar e dormir bem.

Número de emergência – todos os veículos devem ter um número de emergência na parte traseira e de maneira visível, para que qualquer pessoa possa solicitar socorro em caso de acidente.

Animais visíveis – possibilidade de se ver parcialmente os animais no veículo e durante o trajeto, garantindo a circulação de ar durante a viagem.

Piso específico – O piso deve ser feito de um material antiderrapante, para que os animais não sofram quedas durante o percurso.

Proteção contra fugas – O transporte deve oferecer proteções contra o sol, como também que impeçam a fuga dos animais.

Sistemas de ventilação e controle de temperatura – a carroceria deve ser feita do tipo baú, fechada, porém com sistemas de controle de temperatura e de ventilação, permitindo que os animais possam respirar com tranquilidade e não sofram com o calor.

Travas de segurança – deve ter um sistema de embarque e desembarque com trava de segurança, evitando o escape de animais.

Redação – Brasil do Trecho

Esta postagem foi publicada em 10 de maio de 2022 14:07

Compartilhar
João Neto

Sou apaixonado pelo empreendedorismo, caminhão e ônibus e Hoje me dedico 100% aos amigos caminhoneiros com noticias e dicas da estrada.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Caminhoneiro flagra carro colidindo com trem em Brasília

O motorista parou quase em cima da linha do trem e acabou sendo atingido Já…

14 minutos atrás

Caminhão da Scania engolindo caroço? Você concorda?

O veículo não conseguiu subir e quase provocou um grave acidente Em um vídeo divulgado…

22 minutos atrás

Veja qual caminhão da Scania é o maior sucesso de todos os tempos

Conheça o rei da estrada fabricado pela Scania Várias marcas de caminhões são sucesso absoluto…

32 minutos atrás

Pode ou não pode: Dirigir sem avaliar as condições do caminhão, pode?

Inspetor da Polícia Rodoviária Federal fala mais sobre o assunto O canal do YouTube Planeta…

36 minutos atrás

Caminhão tomba após ventos de até 157 km/h em Santa Catarina

Não houve nenhuma vítima fatal desse incidente Uma onda de frio intensa chegou no Brasil…

44 minutos atrás

Transportadora Jaloto está com processo seletivo aberto para caminhoneiro

A transportadora abriu uma nova oportunidade para motoristas A empresa anunciou um novo processo seletivo…

1 hora atrás