Mercedes Benz

História do caminhão Mercedes-Benz 710

Veja esse vídeo que conta a história do modelo MB 710 dentre outros.

Considerada como uma das maiores montadoras de caminhões de todos os tempos a Mercedes conta a história de um de seus modelos que ajudou a marca a ser líder no mercado

Tudo começou em 1972 com o modelo L-608 que alavancou a marca como líder mundial no mercado de pesados.

Já no final dos anos 80 e início dos anos 90, foram marcados pelas renovações das linhas de caminhões da Mercedes, dos leves aos pesados.

Após 16 anos, em 1988, saia de linha a mercedinha 708E para dar lugar aos novos modelos L-709 e L-912 da linha LN de 1989.

Os modelos 712 e 914 receberam novos motores modelo OM-364 de 4 cilindros e 4 litros aspirado no modelo 709 e turbinado no modelo 912, sendo os dois com caixa sincronizada com cinco marchas e direção hidráulica de série.

A Toyota Bandeirantes também utilizou com êxito o mesmo motor OM364 aspirado.

As cabines dos modelos 709 e 912 eram novas, reestilizadas, com novo visual moderno e atraente e que proporcionava maior espaço interno e melhor acesso ao motor.

Ela também teve melhorias no isolamento acústico, sendo apoiada com coxins de borracha para solucionar os problemas de temperatura, barulho e vibração que eram percebidos nas cabines anteriores da MB.

Com lançamento em 1994, a linha 912 passou a receber intercooler e foi batizada de 914, tendo um motor turbo de 4 cilindros com 136 cv e 45 kgf.m de torque e caixa de 6 velocidades.

Em 1996 o modelo 709 passou a ter motor turbo migrando de 90 cv para 109 cv, sendo denominado como 710.

Em 1998 a MB lançou dois modelos leves 0 712C e o 914C com motores eletrônicos OM904 de 122 cv e 136 cv respectivamente, substituindo os anteriores 710 e 914.

Apesar disso a fabricação do modelo 710 foi retomada no ano seguinte face a exigência e a procura desse modelo no mercado.

Em 2003 a MB lançou a linha Accelo, desenvolvida no Brasil com motores eletrônicos de 4 e 5 cilindros com até 156 cv.

O modelo 710 resistiu por aproximadamente 23 anos no mercado e foi considerado o MB leve mais longevo da história e teve fim no ano de 2011 no mercado nacional, deixando saudades entre muitos caminhoneiros brasileiros.

Redação – Brasil do Trecho

Esta postagem foi publicada em 11 de abril de 2022 12:41

Compartilhar
João Neto

Sou apaixonado pelo empreendedorismo, caminhão e ônibus e Hoje me dedico 100% aos amigos caminhoneiros com noticias e dicas da estrada.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Será que comprar um caminhão no Canadá vale a pena?

Muitos acreditam ser fácil a vida do caminhoneiro por lá, em virtude dos salários serem…

36 minutos atrás

Caminhoneiro instala joystic de videogame em caminhão

Você acha que já viu de tudo, então assista esse vídeo incrível e veja um…

1 hora atrás

Caminhoneiro leva fechada e tomba caminhão

Durante uma ultrapassagem mal sucedida, um caminhoneiro é obrigado a se afastar para o acostamento,…

2 horas atrás

Curiosidade: Quanto custa carregar um carro elétrico

Com o advento da tecnologia de eletrificar carros e caminhões, uma curiosidade muito grande vem…

2 horas atrás

Caminhoneiros fecham pátio de empresa após manobra 

Dois caminhões fizeram uma manobra e praticamente fecharam a saída do pátio da empresa.

8 horas atrás

ICMS zerado, mas consumidores não sentem diminuição no valor do diesel

O ICMS foi zerado, porém, para o valor do diesel praticamente não houve interferência.

8 horas atrás