Caminhoneiro

Caminhoneiro é preso injustamente na frente dos três filhos: “Meu Deus, um choque! Eu nunca roubei nada!”

O motorista ainda terá que provar na justiça que é inocente

Uma situação de injustiça aconteceu com um caminhoneiro após um criminoso acusado de roubo ter apresentado sua CNH como seu documento de identificação. O caminhoneiro Fábio Júnior Prates Rosa, já havia passado por uma situação parecida anos atrás, mas o delegado percebeu o equívoco e não o prendeu. Dessa vez a situação não ocorreu assim. 

Fábio foi abordado por policiais enquanto estava com seus três filhos pequenos. Os agentes verificaram toda sua documentação e pediram para que o motorista os acompanhasse até a delegacia.

“O momento mais difícil pra mim foi a hora que eles me colocaram na viatura na frente dos meus três filhos. Esse foi o fim pra mim, porque eu nunca dei mau exemplo pro meus filhos!” Pontua o caminhoneiro bastante emocionado.

Quando chegaram ao distrito policial, foi constatado que Fábio era foragido da polícia por ter roubado fios elétricos de caminhões de uma empresa de terraplanagem. No boletim de ocorrência constava que haviam sido apreendidos os fios roubados e uma faca usada no crime.

“Meu Deus, um choque! Eu nunca roubei nada!” Afirmou o caminhoneiro.

O crime que Fábio foi acusado aconteceu no dia 31 de janeiro deste ano em São José do Rio Preto, data e local divergentes já que o caminhoneiro e a família estavam em Santa Catarina em uma viagem. A defesa usou os registros fotográficos para comprovar que o motorista não tinha roubado na data e hora citadas, já que estava em outro estado com a família.

Durante a audiência de custódia, as provas não foram suficientes para que Fábio fosse colocado em liberdade de imediato. O juiz da audiência disse que a defesa precisaria entrar com pedido de revogação à prisão junto ao juiz responsável pelo caso.

Como toda essa burocracia jurídica, Fábio acabou ficando três dias preso. Logo no fim de semana de Páscoa, o caminhoneiro ficou longe de sua família onde seus filhos pequenos ficaram inconsoláveis com o que acontecia.

Uma situação que ainda segue em aberto e sem explicação, é o uso da carteira de motorista de Fábio vencida em 2017 ter sido usada pelo verdadeiro criminoso como documento de identificação.

O caminhoneiro ainda responde o processo pelo crime que não cometeu e espera uma decisão da justiça. O advogado de defesa diz que vai entrar com um pedido de danos morais contra o estado.

Redação – Brasil do Trecho

Esta postagem foi publicada em 25 de abril de 2022 09:00

Compartilhar
João Neto

Sou apaixonado pelo empreendedorismo, caminhão e ônibus e Hoje me dedico 100% aos amigos caminhoneiros com noticias e dicas da estrada.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Quem ganha mais? Caminhoneiro ou Uber

Uma dúvida muito grande e que vem interessando curiosos em saber qual é a melhor…

5 horas atrás

Motorista de ônibus de viagem paga as refeições quando para em algum restaurante?

Afinal, você sabe se o motorista que atua normalmente em viagens tem ou não que…

6 horas atrás

Chorão pede que Bolsonaro pare de ouvir Paulo Guedes

O que um dos principais líderes dos caminhoneiros vem alegando para o presidente Bolsonaro é…

6 horas atrás

Em Minas Gerais o IPVA atrasado de 2022 e de anos anteriores pode ser pago em até 12x

A medida é muito favorável para quem quer regularizar seus pagamentos junto ao Detran, contudo…

6 horas atrás

Com a alta do diesel vale a pena ter caminhão elétrico?

O fato de que o consumo de diesel libera partículas mais poluentes no ar, como…

7 horas atrás

Caminhoneiro tem atitude sensacional com seus colegas de trânsito

Em um vídeo divulgado pelo canal crozzo yt do youtube, mostra um caminhoneiro muito diferente…

11 horas atrás