Caminhão

Acessórios que são proibidos em caminhão que você nem sabia

Mudanças proibidas no seu caminhão

O Caminhoneiro vê o seu caminhão como um verdadeiro “filho” onde ele mima o veículo com tudo que tem direito.

Muitos motoristas aderem aos caminhões, porém alguns deles são proibidos por lei ao colocarem a segurança do trânsito em risco.

Veja agora alguns acessórios que você jamais deve colocar no seu caminhão:

Películas de vidro

Conforme a resolução nº 254/2007 do

Contran, veículos que tiverem transparência acima de 70% no vidro das portas e 75% do para-brisa serão multados.

Foto: Reprodução / OFF7

Faróis

Os faróis não originais como de xênon e de led são estritamente proibidos nos veículos. Podem ofuscar a visão dos demais motoristas e criar grandes riscos de acidentes.

Conforme o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro(CTB) e a resolução nº 384/2011 do Contran, apenas veículos que já saíram de fábrica com esse dispositivo são autorizados a utilizarem esse tipo de iluminação.

Foto: Flogão mlksdeminas

Adesivos

Adesivos que cobrem grande parte do para-brisa ou do vidro traseiro são estritamente proibidos por atrapalhar a visão do caminhoneiro.

Foto: Reprodução / Shopee

Capas

O artigo 2º da resolução nº 426/2012 do Contran é bem enfático ao se referir a capas de parafusos pontiagudas também conhecidas como capas de parafusos americanas. Fixação de enfeites ou acessórios cortantes nas rodas é proibido.

Os acessórios podem ser um agravante para vítimas em um possível acidente.

Foto: Reprodução / Internet

Molas

Molas arqueadas ou calços adicionais que causam alteração no efeito estético dos caminhões é proibido conforme a resolução nº 479/2014 do Contran. Essa atitude provoca sobrecarga dos eixos dianteiros devido à grande inclinação traseira.

Foto: Reprodução de vídeo

Veja uma lista de penalidades para quem infringir algumas dessas regras:

  • Película de vidro: Cinco pontos na carteira, multa de R$ 195,23 e retenção do veículo.
  • Acessórios proibidos: Cinco pontos na carteira, multa de R$ 195,23 e retenção do veículo.
  • Adesivos: Cinco pontos na carteira, multa de R$ 195,23 e retenção do veículo.
  • Iluminação: Cinco pontos na carteira,  retenção do veículo até a regularização da alteração e multa de R$ 195,23.

Esta postagem foi publicada em 3 de janeiro de 2022 06:53

Compartilhar
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Impressionante! Vídeo mostra um caminhoneiro que se salva por um milagre e sai ileso de sua cabine!

A bíblia caiu em seu colo e ele acredita que isso o salvou da morte!…

2 horas atrás

Muitos atoleiros e filas de carretas no Piauí e Mato Grosso

Caminhoneiros enfrentam muitas dificuldades e atoleiros. Caminhoneiros gravam vídeos demonstrando as péssimas condições das estradas…

2 horas atrás

Caminhoneiros se reúnem para expor seus “pesados”

Encontro em Santa Isabel/SP ganha força e caminhoneiros de todo o Brasil se reúnem. A…

3 horas atrás

Caminhoneiro tenta atravessar enchente e se dá mal

Ele tentou passar por uma via e o motor apagou. Veja abaixo dicas de como…

3 horas atrás

Suspeito é preso em Ribeirão Preto e PM recupera carga roubada por bandidos disfarçados de delegados

PM recupera carreta carregada com óleo vegetal A carga foi recuperada, mas caminhão não foi…

3 horas atrás

Uber inova adotando serviço de transporte coletivo para empresas

Novo serviço é para transporte de funcionários de empresas Uma das maiores empresas de transporte…

10 horas atrás