ANTT

Prejuízo de quase um bilhão de reais aos usuários pressiona a ANTT a solicitar redução de tarifas de pedágio

O Tribunal de Conta da União – TCU comenta que existe um grave desequilíbrio financeiro de contrato de concessão em relação aos pedágios das Rodovias BR116 e BR392

Pedágios da BR116 e BR232 tem redução por medida cautelar

A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT autorizou o aumento de tarifas de pedágio do Polo Rodoviário de Pelotas no Rio Grande do Sul (Deliberação 277/21 de 24.08.2021) que é administrado pela concessionária Ecosul e estaria lesando os usuários que pagam a tarifa. O TCU abriu o processo TC 037.506/2021-8 do relator Ministro Augusto Nardes, quando em 22 de setembro concedeu medida cautelar, suspendendo os efeitos do aumento da Deliberação 277.

O contrato de concessão é explorado pela Concessionária Rodovias do Sul S/A – Ecosul. 

Existe uma decisão do TCU face ao acórdão 883/2020 em plenário e ratificada pelo acórdão 170/2021 também em plenário, que demonstra tal desequilíbrio contratual econômico-financeiro. Por conta dessa situação, o TCU determinou a ANTT a reavaliação da tarifa de pedágio do Polo Rodoviário de Pelotas, face ao potencial indevido arrecadado, em prejuízo da sociedade. A 10ª Revisão Ordinária que alterou o fator de cobrança de veículos pesados, passa a verificar a conformidade das tarifas com regularidade atendendo a Lei 8.987/1995 art. 9º. 

Apesar de todos os registros, a ANTT alega que ainda não foi notificada pela decisão do TCU em plenário, da última quarta-feira dia 22/09/2021, sobre a redução da tarifa de 12,90 para 12,30 estabelecendo-a a partir desta terça-feira dia 28/09/2021 para carros. Apesar da redução a tarifa ainda é muito alta, onde de acordo com o Deputado Daniel Trzeciak (PSDB) e Marcel Van Hattem (Novo) protocolaram ação promovendo a redução, onde o aumento de aproximadamente 8% ocorreu no mês de agosto. De acordo com o Deputado Trzeciak haverá também o aguardo da conclusão de uma auditoria que verifica irregularidades nos contratos da Ecosul, onde a tarifa básica deveria ser algo em torno de 6,00 reais.

Já a Ecosul informa que seguirá as determinações impostas da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, porém de acordo com a lei, efetuará defesa dos pontos de que tem direito.

Desta forma a Procuradoria Federal registrou parecer de força executória para que a ANTT cumpra a decisão imediatamente.

Redação – Brasil do Trecho

Esta postagem foi publicada em 28 de setembro de 2021 15:10

Compartilhar
João Neto

Sou apaixonado pelo empreendedorismo, caminhão e ônibus e Hoje me dedico 100% aos amigos caminhoneiros com noticias e dicas da estrada.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Caminhoneiro flagra carro colidindo com trem em Brasília

O motorista parou quase em cima da linha do trem e acabou sendo atingido Já…

1 hora atrás

Caminhão da Scania engolindo caroço? Você concorda?

O veículo não conseguiu subir e quase provocou um grave acidente Em um vídeo divulgado…

2 horas atrás

Veja qual caminhão da Scania é o maior sucesso de todos os tempos

Conheça o rei da estrada fabricado pela Scania Várias marcas de caminhões são sucesso absoluto…

2 horas atrás

Pode ou não pode: Dirigir sem avaliar as condições do caminhão, pode?

Inspetor da Polícia Rodoviária Federal fala mais sobre o assunto O canal do YouTube Planeta…

2 horas atrás

Caminhão tomba após ventos de até 157 km/h em Santa Catarina

Não houve nenhuma vítima fatal desse incidente Uma onda de frio intensa chegou no Brasil…

2 horas atrás

Transportadora Jaloto está com processo seletivo aberto para caminhoneiro

A transportadora abriu uma nova oportunidade para motoristas A empresa anunciou um novo processo seletivo…

3 horas atrás