Dicas para motorista

Vacinação de caminhoneiros, onde vacinar e quais documentos são necessário

De acordo com atualização do Programa Nacional de Imunizações encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF), sob ameaça de greve final dos caminhoneiros, o governo Bolsonaro incluiu essa categoria na lista de prioridades da vacinação contra Covid-19 do país. 

Em documento encaminhado pelo Ministério Público Federal ao Supremo Tribunal Federal, o Ministério da Saúde listou 1,24 milhão de caminhoneiros como potenciais alvos do programa de vacinação, elevando o número total de grupos prioritários para 77,2 milhões.

No entanto, o Brasil tem apenas 12,8 milhões de doses das vacinas CoronaVac e AstraZeneca até agora, e ambas as vacinas precisam ser usadas em duas doses. 

A vacinação do país começou esta semana, com prioridade para profissionais de saúde e indígenas. 

Embora o transporte de safras agrícolas no país tenha gerado grande demanda por frete, a secretaria anunciou a decisão de incluir os caminhoneiros porque há poucas greves nesta categoria. 

O Comitê Nacional de Transporte Rodoviário de Carga (CNTRC), criado no ano passado, defendeu amplamente essa convocação. 

Entre outras coisas, a organização exige a implementação de escalas nacionais de frete, aposentadorias especiais para caminhoneiros autônomos e alterações na legislação “BR do Mar” que incentiva o transporte doméstico de cabotagem.

Em algumas cidades do Brasil, os trabalhadores do setor de transportes já estão vacinados contra o covid-19. 

A pedido da CNT (Federação Nacional dos Transportes), o governo federal incluiu alguns profissionais do transporte no grupo prioritário da campanha nacional de vacinação contra o covid-19 em janeiro. 

O grupo prioritário são caminhoneiros; trabalhadores portuários, incluindo trabalhadores em áreas administrativas; funcionários de companhias aéreas nacionais (pilotos e trabalhadores da aviação); funcionários de empresas ferroviárias de passageiros e de carga; funcionários de empresas de navegação brasileiras; motoristas e coletores de transporte coletivo rodoviário de passageiros, Incluindo motoristas de longa distância.

Documentos necessários para tomar a vacina do COVID-19: 

Depois de conferir o calendário exato de vacinação no seu estado, é importante ter toda a documentação em mãos para garantir a dose da vacina, tais documentos como:

Ser caminhoneiro registrado, apresentar comprovante de vínculo empregatício ou contrato de trabalho;

Carteira de habilitação, famoso CNH, categoria C,D e E;

Não pode ter tomado a vacina do covid-19 anteriormente;

E não apresentar nenhum sintoma nos últimos 30 dias.

Comprovantes de pagamento, contracheque ou nota fiscal emitida pela a empresa que trabalha deve ser apresentado. Caso seja autônomo, será importante apresentar o certificado de registro Nacional de Transportes.

Em todos os estados do Brasil já foi liberada a vacinação para Caminhoneiro da COVID-19.

Então não perca tempo, dirija-se ao posto de atendimento a vacina mais próximo a sua residência e tome hoje mesmo a sua.

Só será possível ser vacinar mediante a apresentação dos documentos informado:

Para se vacinar, além do cartão do SUS, é necessário apresentar também o documento original com foto e comprovante de residência, e um dos seguintes documentos: carteira de trabalho ou crachá funcional; ou salário com RG; ou cartão de sócio de um frete cooperativa.

Sabemos o quanto é importante os caminhoneiros manter essas vacinas em dia, visto que eles são os principais responsáveis pela a entrada e circulação de carga no país.

É importante que você como profissional verifique se a sua cidade já disponibilizou as doses e tome as mesmas o mais rápido possível.

Sendo considerada uma das piores doenças da atualidade, o COVID-19 tem um grande histórico de fatalidades, por isso a vacina hoje é tão importante.

Se você é um profissional que ainda não tomou, assim que possível vá a um posto de atendimento e vacina da sua cidade e realize a aplicação da mesma, não fique trabalhando sem ser vacinar.

Redação – Brasil do Trecho

Esta postagem foi publicada em 2 de agosto de 2021 11:18

Compartilhar
João Neto

Sou apaixonado pelo empreendedorismo, caminhão e ônibus e Hoje me dedico 100% aos amigos caminhoneiros com noticias e dicas da estrada.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Caminhoneiros autônomos realizam debate buscando sobrevivência da categoria

Sem politicagem é o que promete os líderes do movimento Caminhoneiros autônomos são convocados por…

11 horas atrás

Caminhoneiro comprou um caminhão alienado e não consegue fazer o registro na ANTT

O sonho do primeiro caminhão acabou virando em uma dor de cabeça Um caminhoneiro com…

11 horas atrás

Fabricante de caminhão chinesa pode lançar veículo elétrico no Brasil

Caminhões eletrificados estão crescendo bastante na Europa e Ásia Veículos elétricos vem ganhando bastante força…

11 horas atrás

Governador do Rio Grande do Sul reduz alíquota do ICMS dos combustíveis

Na última sexta-feira (17) Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul anunciou a redução…

1 dia atrás

Mudanças da política de preços da Petrobras são cobradas em plenário

No último dia 14 vários deputados cobraram em petição mudanças na política de preços dos…

1 dia atrás

Comissão irá debater mudanças no comércio varejista de combustíveis

Na próxima terça-feira (21) será debatido pela comissão de Minas e energia da Câmara dos…

1 dia atrás