Estradas

R$3 bilhões foram investidos pelo governo em infraestrutura no primeiro semestre

 Foi divulgado na última sexta-feira (2), um balanço sobre todas as obras de infraestrutura em relação ao transporte feito pelo governo federal no primeiro semestre. Ao total 51 obras foram entregues para auxiliar nos serviços de transporte dos modais aéreos, rodoviários, ferroviários e aquaviários. O governo fez um investimento de R$ 3 bilhões e contratou um total de R$18,89 bilhões para o investimento.

As obras estão trazendo mais benefícios e melhorando os serviços dos trabalhadores do transporte, tanto em logística como em segurança. É o que afirma o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, ‘‘Um dos objetivos do ministério é fazer a integração do território, é levar a logística para as pessoas que precisam, interiorizar essa logística, dar eficiência àqueles centros produtivos, induzir desenvolvimento naquelas regiões menos desenvolvidas. A infraestrutura tem esse papel.’’

Permissões

Novas concessões foram autorizadas com 29 ativos públicos fornecidos à iniciativa privada. O ministério ressalta que 338 mil empregos possam ser gerados no decorrer dos acordos.

O ministro da pasta pontua, “Esses leilões mostram uma aliança do país com o setor privado, com os investidores. Foi uma grande demonstração de confiança em um período em que se discutia se os investidores apostariam no Brasil, se o momento era propício para fazer leilões e mostramos que sim.’’

Entregas nos modais

  • Ferroviário: Foram entregues 170 KM de novas ferrovias. Houve 13,7 % de aumento nas ferrovias em transporte de cargas.
  • Aeroportuário: Nos aeroportos de Foz do Iguaçu e Navegantes, foram investidos R$130 milhões.
  • Portuário: Foram empregados R$35 milhões nesse modal, inclusive a retomada da operação da eclusa do Sobradinho, no Rio São Francisco.
  • Rodoviário: 927 km de rodovias pavimentadas foram reconstruídas.

Segundo Semestre

A espera pelo segundo semestre gera uma expectativa alta. Eles esperam superar os dados de 2020, com mais de 100 obras entregues nos últimos seis meses do ano. Serão investidos R$ 16,77 bilhões na renovação da concessão da ferrovia Ferrogrão.
O ministro finaliza mostrando expectativa para os próximos anos, “Estamos pisando no acelerador para gerar o máximo de investimento que pudermos e vamos ter uma repercussão enorme em termos de ganho de eficiência, melhoria em tempo de viagem, qualidade de vida para o usuário, empregos gerados. E isso vai acontecer nos próximos anos.”

Redação – Brasil do Trecho

Esta postagem foi publicada em 20 de julho de 2021 09:04

Compartilhar
João Neto

Sou apaixonado pelo empreendedorismo, caminhão e ônibus e Hoje me dedico 100% aos amigos caminhoneiros com noticias e dicas da estrada.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Juninho do sindicam cobra união dos caminhoneiros em vídeo

O presidente do Sindicam gravou um vídeo comentando a união da categoria dos caminhoneiros em…

10 horas atrás

Cocaína é a droga mais detectada no exame toxicológico

A Associação Brasileira de Toxicológico – Abtox-, fez um levantamento no período entre maio de…

11 horas atrás

Caminhão é atuado pela terceira vez com nota fiscal fraudada.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) confiscou 45 mil litros de álcool carburante que estavam sendo…

11 horas atrás

Caminhão causa dano em aeronave de nova companhia aérea

Na manhã da última segunda-feira (26), um caminhão atingiu um Air bus A320 da Itapemirim…

11 horas atrás

Já é possível encontrar Diesel acima de R$6,00 nos estados do Norte e Centro-Oeste do país

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), anunciou que já é possível…

12 horas atrás

Caminhoneiros reivindicam melhorias desde a década de 70

Apesar das últimas tentativas de greve não terem dado certo, as paralisações sempre ocorreram quando…

12 horas atrás

Este site usa cookies.

consulte Mais informação