Caminhoneiro

A alta do diesel pode ser o estopim para uma nova greve dos caminhoneiros.

Com o aumento do diesel desacerbado em 2021, muitos estipulam uma nova greve da categoria. A alta acumulada no ano já chega em 40%, sendo o último reajuste de 3,7%. Com tudo isso, o risco é pequeno de uma greve como vimos em 2018.

Uma nova data de paralisação está sendo marcada para o próximo dia 25 de Julho, onde os transportadores autônomos estão dispostos a cruzarem os braços. As chances para uma outra frustração é grande, principalmente depois do lançamento do programa Gigantes do asfalto do governo federal, que visa apoio aos profissionais da estrada. Caminhoneiros a favor temem que se faça como a paralisação de fevereiro deste ano, que não obteve êxito.

A paralisação não é vista com bons olhos pela maioria das lideranças e representantes sindicais. O caminhoneiro Janderson Maçaneiro, conhecido como Patrola, mostra sua opinião sobre o assunto:

“Essa tentativa de paralisação é absurda, coisa sem nexo, é uma tremenda palhaçada. Tem muito caminhoneiro insatisfeito, mas só um ou outro disposto a uma paralisação”

A então paralisação apontada, perde força por ser marcada pela mesma confederação que anunciou o movimento para o dia 1º de fevereiro, CNTRC, entidade presidida por Plinio Dias, criada recentemente onde não encontra diálogo e respeito por parte da categoria.

Outro líder muito conhecido dos caminhoneiros, Aldacir Cadore, é contra a paralisação e a nova entidade. Ele afirma:

“Não reconheço o Plínio como líder. E todos os caminhoneiros que conheço também não o reconhecem.”

“Querendo ou não, nossa situação está crítica. Mas marcaram uma greve para ganhar dinheiro, não tem adesão. Se fizer greve, acaba com o país mais do que já está acabado e cria uma crise pior ainda.”

Líderes afirmam que encontram abertura de diálogo com o governo e que as medidas pautadas estão sendo integradas através das propostas do programa Gigantes do asfalto. “Conversamos com o ministro (da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas) no WhatsApp. Ele próprio liga para muitos de nós”, diz o líder Patrola.

Continua após o anuncio

A CNTA, principal entidade que representa os caminhoneiros, deprecia qualquer possibilidade de greve ou paralisação.“Eles não têm o que entregar, não têm consistência. Se não conseguem representar os interesses dos caminhoneiros, não são representantes por direito. Muitos têm agenda comercial paralela que vão dar resultado não para o caminhoneiro, mas para o interesse próprio de cada um deles.”  Diz o assessor executivo da CNTA, Marlon Maues.

Esta postagem foi publicada em 9 de julho de 2021 11:59

Compartilhar
João Neto

Sou apaixonado pelo empreendedorismo, caminhão e ônibus e Hoje me dedico 100% aos amigos caminhoneiros com noticias e dicas da estrada.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Vídeo mostra escavações sendo realizadas de forma inacreditável

Difícil de acreditar quando percebemos algumas situações de escavações sendo feitas de forma negligente, com…

5 horas atrás

Caminhoneiro faz piada e acaba sendo morto

Após uma brincadeira do caminhoneiro, o eletricista tomou uma atitude errada e completamente equivocada

5 horas atrás

Caminhoneiro na Argentina manda recado para o Presidente Bolsonaro

Caminhoneiro argentino grava um depoimento e envia recado para Bolsonaro e para os Brasileiros, para…

5 horas atrás

Como foi feito o comercial da Volvo com o ator Jean-Claude Van Damme

Esse incrível comercial da Volvo que gerou uma série de vários outros, teve inicialmente o…

5 horas atrás

Raízen personaliza caminhão Volvo FMX com grafismo e as cores LGBTia+

A pretensão da Raízen, que é uma empresa integrada de energia e referência em biocombustíveis,…

6 horas atrás

Caminhoneiro entra dentro de enchente e o pior acontece

Caminhão provocou uma forte onda de água.

13 horas atrás