Categorias: CaminhãoCaminhoneiro

Com aumento no valor do diesel influencia diretamente no custo de alimentos

Um efeito dominó, tudo vai aumentando com a alta do diesel

As altas de preços do óleo diesel não poupam praticamente ninguém. E, se o combustível sobe, o valor do frete e dos produtos acompanha esse movimento. O aumento mais recente foi anunciado dia 19 pela Petrobras, o maior deste ano. O óleo diesel ficou 15,2% mais caro nas refinarias.

Dessa forma, com o quarto reajuste do ano, o óleo diesel acumula alta de 27,5% no ano e a gasolina, de 34,8%. Os preços da Petrobras estão alinhados aos do mercado internacional. Em Rio Preto, o litro do diesel S-10 pode ser encontrado por valores entre R$ 3,499 e R$ 4,199. Já o litro do diesel comum varia de R$ 3,599 a R$ 4,098, segundo pesquisa do Diário de 9 de fevereiro.

De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, o preço médio do diesel era R$ 3,706 na semana de 7 a 13 de fevereiro. Ao mesmo tempo em que o reajuste foi anunciado pela Petrobras, o presidente Jair Bolsonaro informou que a partir de 1° de março não haverá nenhum imposto federal sobre o preço do óleo diesel, decisão tomada para tentar evitar uma greve dos caminhoneiros. Os impostos federais que incidem sobre o diesel são PIS, Cofins e Cide – eles compõem 9% do valor final do produto. No meio disso tudo, Bolsonaro indicou o general da reserva Joaquim Silva e Luna para substituir Roberto Castello Branco no comando da Petrobras.

O governo também enviou um projeto ao Congresso para que o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços , imposto estadual, tenha valor fixo. A proposta é que o Conselho Nacional de Política Fazendária decida qual é o valor do ICMS em cada tipo de combustível. Para o economista Hipólito Martins Filho, o reajuste do diesel traz problemas de diferentes ordens para a economia brasileira. E, quando anuncia que vai isentar o produto de impostos ou vai mexer na gestão da Petrobras, o prejuízo é de ordem macroeconômica, diz Martins Filho.

Segundo o Luciano Nakabashi, professor de economia da FEA-RP/USP em Ribeirão Preto, o impacto do aumento não chega a ser grande, mas depende do produto e seu valor agregado.

Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

PRF flagra nota de 35 mil litros de cachaça em nome de transportadora desativada

O caminhão foi abordado em uma fiscalização de rotina Um caminhão com uma carga de…

20 horas atrás

CNTRC envia proposta de redução de 45% na gasolina e 27% no diesel

O documento foi enviado para o Bolsonaro e Petrobrás O Conselho Nacional do Transporte Rodoviário…

20 horas atrás

Caminhoneiros brasileiros podem entrar na Argentina

A categoria vem alegando falta de segurança no trabalho A cidade argentina de Paso de…

20 horas atrás

Renault utiliza de jogos para lançar seus novos caminhões

O seu mais novo caminhão foi apresentado através do Euro Truck Simulator 2 A Renault…

20 horas atrás

Volvo acredita que é o momento certo para aumento de caminhões elétricos

Com o início das vendas neste ano de três novos modelos totalmente elétricos Essa perspectiva…

20 horas atrás

Polícia Flagra transporte de caminhão roubado na BR-352

O condutor tentou enganar os polícias portando um documento falso A Polícia Militar Rodoviária prendeu…

20 horas atrás

Este site usa cookies.

consulte Mais informação