DNIT recupera trecho na BR-470 entre Lagoa Vermelha e Barracão

Três quilômetros receberam nova camada asfáltica

A BR-470 passou por recapeamento em parte do trajeto entre os municípios de Lagoa Vermelha, na Serra, e Barracão, no norte do Estado. O trecho entre o km 32,98 e o km 36, mais próximo da divisa com Santa Catarina, recebeu nova pavimentação asfáltica e sinalização.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit), o asfalto antigo, que estava bastante danificado, foi removido para a aplicação de duas novas camadas. O trabalho foi realizado ao longo do mês de dezembro.

As obras foram realizadas por meio do Plano Anual de Trabalho e Orçamento (Pato), que viabiliza a conservação rotineira da rodovia. O contrato para este ponto da BR-470 foi assinado em 2019 e tem duração de cinco anos. Em novembro, a direção do Dnit destinou R$ 2,5 milhões para este trecho como suplementação financeira do contrato, o que permitiu viabilizar a recuperação.

— Atacamos os três quilômetros mais críticos, que estavam intransitáveis — observa o engenheiro da unidade do Dnit em Vacaria, Daniel Bencke.

Ainda segundo o Dnit, os 75,8 quilômetros que separam os dois municípios recebem trabalhos de tapa-buracos, roçada e capina. A intenção agora é também recuperar outros cinco quilômetros do trecho ao longo desde ano. A obra não tem prazo para começar porque depende da finalização do orçamento dos contratos de conserva para este ano.

A BR-470 é uma das rotas de escoamento da produção da Serra e do Norte do Estado, permitido o acesso ao porto de Navegantes, em Santa Catarina. Na Serra, ainda falta a pavimentação de 47 quilômetros entre os municípios de André da Rocha e Lagoa Vermelha. Nos últimos meses, o Dnit contratou uma empresa para elaborar o projeto de asfaltamento do trecho, contemplando também um novo traçado junto à área urbana de André da Rocha. O estudo deve levar cerca de um ano e depois será necessário captar recursos para a execução.

A próxima obra a ter projeto contratado será a duplicação entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, além da ampliação de capacidade entre Bento e Veranópolis. O trâmite ainda não tem prazo para ocorrer.

Fonte: Gaucha ZH

Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Caminhoneiros da argentina fazem protesto em apoio aos colegas brasileiros

Categoria realizou um bloqueio no terminal de exportação Caminhoneiros do Brasil se mobilizaram em protesto…

10 horas atrás

Caminhoneiro morre após cabine ficar esmagada na PR-170

O condutor realizava o transporte de bananas no momento Um motorista de caminhão, de 42…

10 horas atrás

Fique por dentro do novo Código de Tansito Brasileiro

O novo CTB teve 57 modificações que pode afetar os motoristas O Brasil Rural conversou…

10 horas atrás

DAF realizou uma primeira entrega silenciosa em Bruxelas

Combinação de 44 toneladas livre de emissões oferece perspectivas futuras "As entregas com caminhões elétricos…

10 horas atrás

Jovem casal apaixonado divulga trabalho com caminhão

O casal criou um grupo no Instagram para divulgar Um projeto que começou a ser…

10 horas atrás

Polícia recupera carreta de caminhoneiro sequestrado por 5 horas

A carreta foi abandonada após roubo da carga de soja A Polícia Militar de Santa…

10 horas atrás

Este site usa cookies.

consulte Mais informação