Policial e enfermeira se arriscam para salvar vida de caminhoneiro

PM e esposa enfermeira colocam vida em risco para salvar a vida de acidentados

Ontem, a reportagem obteve informações de que em um acidente ocorrido na tarde da última sexta-feira, 27, no km 68 da BR-364, próximo ao distrito do Guaporé, onde um caminhão caçamba colidiu de frente com uma carreta bitrem, deixando duas vítimas encarceradas nas ferragens, um policial militar e sua esposa, moradores de Pimenta Bueno, que vinham a passeio para Vilhena, colocaram as vidas em risco para socorrer os acidentados.

Em busca de mais informações sobre o caso, a reportagem levantou que, de fato, na ocasião, o condutor do caminhão

caçamba, Joel Pereira dos Santos, que seguia sentido Pimenta Bueno, perdeu o controle da direção após uma aquaplanagem, pois chovia intensamente no momento e acabou invadindo a faixa oposta, na qual transitava a carreta.

Com a violência do impacto, o passageiro da caçamba, Kauê Marcos Pereira, foi lançado para fora da cabine e gritava por socorro na rodovia, momento em que o cabo da Polícia Militar, Marcelo Dias Maciel e sua esposa, a enfermeira Cíntia Rosa de Oliveira, pararam para prestar os primeiros socorros.

Mesmo sem equipamento e pouca visibilidade por causa da intensa chuva, o militar se pôs na pista para sinalizá-la, enquanto sua esposa realizava o atendimento a Kauê, que além de ensaguentado, estava desorientado e se queixava de muita dor.

Ao ver que o motorista do bitrem, identificado como Osvaldo Lins Cabral Filho estava preso nas ferragens, o Marcelo quebrou o vidro do veículo para que houvesse ventilação na cabine e solicitou que outro popular, que também parou para prestar apoio ao militar, mas não foi identificado pela reportagem, ficasse ao lado da vítima para mantê-la em alerta e evitar outra colisão.

Já de volta ao caminhão caçamba, Marcelo solicitou a ajuda de uma quarta pessoa, também não identificada, e com a força dos braços, ambos afastaram as ferragens e retiraram o motorista com cautela, enquanto Cintia continuava o atendimento ao passageiro que foi arremessado na pista.

Em dado momento, uma carreta cujo motorista não conseguiu visualizar o acidente devido à chuva, freou bruscamente na direção das vítimas e do casal, chegando a atravessar o britrem na pista, ficando como chassi retorcido.

Mesmo a passeio, o militar e a enfermeira, com quem a reportagem não conseguiu fazer contato, assumiram os riscos de serem vítimas de um engavetamento e só saíram do local quando conseguiram colocar no veículo os dois ocupantes da caçamba, que estavam ensanguentados, e seguir sentido Vilhena. Ainda no trajeto, quando alcançaram sinal de celular, o
casal acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, que repassou as informações à Polícia Rodoviária Federal.

Já no local, os Bombeiros retiraram Osvaldo, que Marcelo não conseguiu ajudar devido à gravidade do encarceramento e por não dispor de ferramenta para cortar as ferragens.

Fonte: Rondo Noticias

Esta postagem foi publicada em 3 de dezembro de 2020

Categorias caminhoneiro
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Sheila Bellaver compra sua segunda carreta zero

Sheila conta que ainda esse ano pretende comprar a terceira carreta zero A motorista de caminhão e também Youtuber lançou…

6 horas atrás

Jovem que trabalhava batendo pneu morre após dormir embaixo de caminhão

Adolescente ganhava a vida batendo pneu de caminhão, motorista fugiu do local Um adolescente de 17 anos morreu após ser…

8 horas atrás

Motorista de caminhão morre após tirar uma selfie

O caminhoneiro estava conhecendo um ponto turístico Elis Roberto da Silva, um caminheiro de 44 anos, desapareceu no distrito de…

2 dias atrás

Nós e nossos parceiros utilizamos tecnologia do tipo cookies e coletamos dados durante a navegação para lhe proporcionar a melhor experiência online e para personalizar o conteúdo e os anúncios publicitários que são exibidos para você. Diga-nos se concorda com o uso de todos estes tipos de cookies.

Consulte Mais informação