Categorias: CaminhãoCaminhoneiro

Operação apreende 31 caminhões com cargas irregulares no estado da Paraíba

Operação ficou concentrada nas rodovias federais e estaduais, que cortam as cinco regiões fiscais do Estado da Paraíba.

Ao todo, 31 veículos com cargas irregulares foram apreendidos durante a quarta etapa da Operação Concorrência Legal, que aconteceu na tarde desta terça-feira (15). Os veículos estavam com documentos fiscais irregulares ou com a ausência deles. A operação ficou concentrada nas rodovias federais e estaduais, que cortam as cinco regiões fiscais do Estado da Paraíba.

Após abordagens de dezenas de veículos, constatou-se uma série de irregularidades no transporte de mercadorias nas rodovias das cinco regiões fiscais, que tem sedes em João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Patos e Sousa. Entre as mercadorias apreendidas estavam doce, popa de fruta, iogurte, água mineral, linguiça, frios, manteiga, material descartável, cimento, combustível, cerveja, eletrônicos, algodão em pluma, sabonete, minério, aguardente e motopeças.

Nas apreensões dos 31 veículos, os motoristas apresentaram documentos fiscais eletrônicos com irregularidades como, por exemplo, Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (Danfe) inidônea, emissões de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) vencidas, ausência de nota fiscal e também do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e).

A equipe de auditores fiscais da 1ª Gerência Regional da Sefaz, que tem sede em João Pessoa, apreendeu 14 veículos com transporte de produtos irregulares, enquanto a 3ª Gerência Regional, que tem sede em Campina Grande, reteve sete veículos com itens sem nota fiscal e sem o Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais, além de apresentarem nota inidônea.

A 2ª Gerência Regional da Sefaz, que tem sede em Guarabira, apreendeu seis veículos com transporte de produtos como, por exemplo, água mineral, frios, descartáveis e linguiça sem documento fiscal. A 5ª Gerência Regional, com sede em Sousa, quatro veículos apreendidos por não apresentarem o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (Danfe) dos itens.

O objetivo da operação é coibir a sonegação fiscal e a concorrência desleal entre as empresas do Estado neste final de ano – prática que tem gerado grandes prejuízos ao Estado e desequilíbrio entre as empresas. Cerca de 130 auditores fiscais das Gerências Regionais participaram dessa nova etapa da operação, que foi realizada com blitz em postos fiscais e em pontos estratégicos de rodovias federais e estaduais, além do apoio e parceria dos postos da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte: G1

Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

PRF flagra nota de 35 mil litros de cachaça em nome de transportadora desativada

O caminhão foi abordado em uma fiscalização de rotina Um caminhão com uma carga de…

20 horas atrás

CNTRC envia proposta de redução de 45% na gasolina e 27% no diesel

O documento foi enviado para o Bolsonaro e Petrobrás O Conselho Nacional do Transporte Rodoviário…

20 horas atrás

Caminhoneiros brasileiros podem entrar na Argentina

A categoria vem alegando falta de segurança no trabalho A cidade argentina de Paso de…

20 horas atrás

Renault utiliza de jogos para lançar seus novos caminhões

O seu mais novo caminhão foi apresentado através do Euro Truck Simulator 2 A Renault…

20 horas atrás

Volvo acredita que é o momento certo para aumento de caminhões elétricos

Com o início das vendas neste ano de três novos modelos totalmente elétricos Essa perspectiva…

20 horas atrás

Polícia Flagra transporte de caminhão roubado na BR-352

O condutor tentou enganar os polícias portando um documento falso A Polícia Militar Rodoviária prendeu…

20 horas atrás

Este site usa cookies.

consulte Mais informação