no inicio da pandemia caminhoneiro disse que sentia um mendigo procurando por comida

#AconteceuEm2020: ‘Me sinto um mendigo procurando por comida’, disse caminhoneiro no início da pandemia

No início da pandemia de Covid-19, aind ano mês de março, o caminhoneiro Ilizeu Kosooski fez um desabafo que comoveu as redes sociais. Em vídeo publicado no Facebook, o motorista criticou as condições que caminhoneiros estavam trabalhando, diante da pandemia do novo coronavírus.

Emocionado, ele relatou que durante sua rota, precisou parar em um restaurante na BR-101, em Casimiro de Abreu (RJ), e o que encontrou foi o comércio sendo fechado. “O único restaurante que estava aberto era de uma senhora. Por volta das 16 horas, chegou a vigilância e mandou fechar o local. Hoje, ela vendeu marmitas para nós, eu ia ficar para jantar porque lá eu tinha certeza que teria comida, agora já não sei mais”, disse.

No vídeo, Kosooski comenta que hviam poucos caminhoneiros nas estradas. Segundo ele, muitos estão com medo da doença. “Eu olho para a rodovia e ela está assim, vazia, todos estão trancados em casa, mas ninguém pensa em manter o Brasil em pé. Mas se a gente não transportar o alimento, como os médicos e enfermeiros conseguirão trabalhar? Eles também precisam se alimentar”, questiona.

Ele fez ainda um apelo ao governo para que mantivessem restaurantes e outros comércio essenciais abertos nas rodovias. “Será que não está na hora se amenizar a situação, deixar restaurantes abertos, dar suporte para nós. Precisamos do apoio de todo mundo. As autoridades precisam saber que a gente precisa de suporte nas estradas”.

“Vocês que estão em casa, vocês ainda têm alimentos, sim né? Somos nós que estamos transportando, vocês não estão percebendo isso. Ninguém está apoiando nossa classe”, disse na ocasião.

Fonte: Canal Rural

Esta postagem foi publicada em 15 de dezembro de 2020

Categorias caminhãoNOTICIAS
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Sheila Bellaver compra sua segunda carreta zero

Sheila conta que ainda esse ano pretende comprar a terceira carreta zero A motorista de caminhão e também Youtuber lançou…

18 horas atrás

Jovem que trabalhava batendo pneu morre após dormir embaixo de caminhão

Adolescente ganhava a vida batendo pneu de caminhão, motorista fugiu do local Um adolescente de 17 anos morreu após ser…

19 horas atrás

Motorista de caminhão morre após tirar uma selfie

O caminhoneiro estava conhecendo um ponto turístico Elis Roberto da Silva, um caminheiro de 44 anos, desapareceu no distrito de…

3 dias atrás

Nós e nossos parceiros utilizamos tecnologia do tipo cookies e coletamos dados durante a navegação para lhe proporcionar a melhor experiência online e para personalizar o conteúdo e os anúncios publicitários que são exibidos para você. Diga-nos se concorda com o uso de todos estes tipos de cookies.

Consulte Mais informação