Traton da VW para construir fábrica de caminhões na China

Publicidade

A carcaça da cabine do motorista é transportada ao longo da linha de produção da fábrica da Scania

A Traton SE está intensificando os planos de expansão na China depois que a divisão de caminhões da Volkswagen AG fechou um acordo para adquirir a Navistar International Corp. para aumentar sua presença na América do Norte.

A marca sueca Scania construirá uma unidade de produção de sua propriedade em Rugao, ao norte de Xangai, para fazer caminhões a partir do início de 2022 e planeja adicionar operações locais de pesquisa e desenvolvimento em um estágio posterior, disse a Traton em 24 de novembro em um comunicado. Os detalhes financeiros não foram divulgados.

A Traton quer aumentar sua presença global em todos os principais mercados e “a construção de uma fábrica da Scania na China moverá todo o grupo um passo mais perto de atingir esse objetivo”, disse o CEO Matthias Gruendler em comunicado.

O crescimento na Ásia e na América do Norte é crítico para a Traton reduzir sua dependência das vendas na Europa e enfrentar os líderes globais do setor Daimler AG e Volvo AB. As operações da Traton incluem as marcas Scania e MAN e uma operação menor no Brasil especializada em veículos comerciais para mercados emergentes.

Traton disse que o projeto da fábrica da Scania segue a aquisição da Nantong Gaokai Auto Manufacturing Ltd., uma empresa chinesa que atende aos requisitos de licença locais. “O objetivo não é apenas fazer da China nossa terceira etapa industrial, mas também criar um centro regional de vendas para outros mercados asiáticos”, disse o presidente da Scania, Henrik Henriksson.

A China é o maior mercado de veículos comerciais do mundo em vendas unitárias, respondendo por cerca de 40% das entregas globais. É dominado por fabricantes nacionais, mas a demanda por caminhões maiores e tecnologicamente sofisticados de produtores estrangeiros tem aumentado.

A unidade MAN da Traton detém 25% mais uma participação na fabricante de caminhões chinesa Sinotruk. Os dois fabricantes trabalham juntos desde 2009 e anunciaram um plano há dois anos para ampliar sua cooperação por meio de uma joint venture para fazer caminhões pesados ​​na China e explorar outras iniciativas.

Publicidade
Categorias caminhãovolkswagen
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Vídeo do acidente com ônibus é divulgado e mostra detalhes como aconteceu

Um ônibus de turismo com 59 passageiros tombou na última segunda-feira(25) próximo a Serra do Mar. O acidente aconteceu na…

14 horas atrás

Entidades de caminhoneiros se manifestam sobre possibilidade de paralisação

A Confederação Nacional dos Caminhoneiros e Transportadores Autônomos de Bens e Cargas - Conftac, vêm a público informar que após reunião ocorrida…

19 horas atrás

Montadoras apostam no Hidrogênio como combustível

Principais grupos pretendem ajudar para desenvolvimento de caminhões movidos a hidrogênio Cada vez mais países e empresas estão comprometidos com…

1 dia atrás

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação