Publicidade

Sest Senat mobiliza caminhoneiros em ações preventivas contra roubo de cargas

Publicidade

A esse montante somam-se os incalculáveis traumas causados a motoristas

O Brasil registrou 18.382 ocorrências de roubos de cargas em 2019, segundo levantamento da NTC& Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística). Os prejuízos computados ao setor somam R$ 1,4 bilhão. A esse montante somam-se os incalculáveis traumas causados a motoristas e as perdas de vidas humanas durante as ações criminosas.

As empresas têm investido, cada vez mais, em tecnologias de rastreamento dos veículos e controle de rotas como forma de reduzir o problema, mas a atenção dos motoristas também é fundamental para coibir esse crime.

Por isso, o Sest/Senat realiza uma grande mobilização nacional entre os dias 9 e 13 de novembro, para alertar motoristas profissionais do transporte rodoviário de cargas e caminhoneiros autônomos sobre a importância do planejamento das rotas para evitar roubos de cargas e, também, acidentes.

Os atendimentos serão realizados em mais de 400 locais, como pontos de parada credenciados pelo Ministério da Infraestrutura, postos de combustíveis e postos da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Em alguns pontos ainda serão oferecidos um circuito de saúde, com atendimentos nas especialidades de odontologia, fisioterapia, nutrição e psicologia; e orientações de autoproteção e prevenção da Covid-19.

Em Uberaba as atividades iniciarão amanhã com um Blitz Educativa a partir das 9h em parceria com a Polícia Rodoviária Federa, na BR-050. As ações continuarão durante toda a semana em locais como empresas Bravo Serviços Logísticos e Rodoborges, Posto Prodoeste e Posto Cinquentão da BR-050.

Fonte: Jornal de Uberaba

Publicidade
Categorias caminhão
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação