Projeto não vai para frente e caminhões com 30 anos vão continuar circulando

Publicidade

Projeto pretendia retirar mais de 100 mil caminhões com idade superior a 30 anos que ainda estão em circulação em rodovias brasileiras. Dessa forma, um teste inicial teria inicia no estado de Santa Catarina no ano de 2020, mas que não ocorreu nesse ano.

Muito provável pela grande crise instaurada em decorrência da COVID-19, que ocorreu mundialmente. No Brasil não foi diferente e o governo reuniu forças em outras frente de trabalho, visando diminuir o impacto da crise.

Não é possível afirmar no momento por quanto tempo esse projeto vai ficar na gaveta, mas, contudo, no momento esse projeto estar estacionado e todos os caminhões com mais de 30 anos de idade vão continuar circulando em rodovias brasileiros normalmente.

Qual era a ideia do programa pretendia ?

O programa pretendia a retirada de cerca de 100 mil caminhões com uma idade superior a 30 anos de fabricação, desse modo, o projeto visa a diminuição da grande geração de gases poluentes em rodovias. O projeto tem como intenção uma ampla abrangência dentre elas ônibus, implementos rodoviários, micro-ônibus vão fazer parte do programa frota verde.

Quando iria começar o processo de renovação ?

A primeira etapa do programa teria início previsto para o ano de 2020, conforme o desejo do ministério. E o local escolhido para inicia como teste seria o estado de Santa Catarina, isto é, daria o star em todo o processo normativo para posteriormente estender para todo o Brasil.

Como será o processo de renovação ?

Esse programa tem um aspecto tributário, ou seja, o governo estadual vai conceder um determinado crédito, dessa forma, incentivando o proprietário do caminhão a realizar a troco do caminhão usado por um novo. No entanto, os veículos adquiridos nesse processo de renovação devem obedecer a uma regra, os caminhões devem ter uma idade de fabricação menor que 10 anos de uso. E consequentemente os caminhões que antigos não podem entrar em operação,  ou seja, devem virar sucata.

O governo também não mencionou como será aplicado os juros e prazos para o caminhoneiro efetuar o pagamento do financiamento dos novos caminhões. No entanto, um modelo matemático deve ser definido, decerto, os juros devem ser menores que aplicado por bancos para incentivar o proprietário a realizar a troca.

De modo geral, o projeto frota verde terá um peso maior aos caminhoneiros autônomos ou de pequenas frotas devem sentir o maior impacto durante todo esse processo. Ao renovar a sua frota vão ter que financiar outro caminhão e ainda em um momento com a economia desfavorável.

Publicidade
Categorias caminhão
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Urgente Confederação dos caminhoneiros autônomo descarta greve em 1º fevereiro

A confederação Nacional dos Transportadores Autônomos afasta qualquer possibilidade de greve De acordo com informação da Confederação Nacional dos Transportadores…

3 horas atrás

Caminhoneiros estão a 4 dias na porta de fábrica da Ford

Cerca de 70 caminhoneiros têm que dividir dois banheiros O efeito cascata, em virtude do fechamento das fábricas da Ford…

8 horas atrás

Sindicado do Sudoeste afirma que não vai participar da greve dos caminhoneiros

Presidente informou que lideranças do sindicato não vão aderir o movimento no Sudoeste Ao longo dos últimos meses, é perceptível…

9 horas atrás

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação