Publicidade

PNTC recebe melhorias e fica mais rápido e fácil de navegar

Publicidade

Nova página do Plano Nacional de Contagem de Tráfego traz inovações para os usuários

Para divulgar o Plano Nacional de Contagem de Tráfego (PNCT) com maior eficiência, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) modernizou a plataforma e criou um website novo, com mais conteúdo e com uma interface mais intuitiva.

O espaço atual permite uma forma prática de buscar os dados das coletas de cobertura e das Contagens Volumétricas e Classificatórias – Pesquisa de Origem e Destino – tornando, assim, a experiência mais fácil e dinâmica. Outra novidade é que o site está bilíngue, em português e em inglês. Para selecionar basta clicar na bandeira do país desejado, no canto superior direito da tela.

Além das melhorias, já está disponível para consulta os dados de tráfego rodoviário federal do ano de 2019. Nesse levantamento foram registrados cinco novos postos, totalizando 204 equipamentos distribuídos em todo o Brasil. A quantidade de equipamentos por estado está entre 1 e 39, sendo Minas Gerais o estado com maior número de dispositivos com informações pesquisadas.

O conhecimento do comportamento do tráfego nas rodovias federais é pré-requisito para as atividades fim do DNIT na administração da malha rodoviária sob sua responsabilidade. Por isso, o PNCT foi estruturado com o objetivo de coletar dados de tráfego rodoviário a partir da instalação de equipamentos de contagem de tráfego que possibilitam a contagem volumétrica, classificatória, pesagem dinâmica e caracterização do tráfego.

Conheça o PNCT – Retomado em dezembro de 2014, o PNCT definiu um programa sistematizado de quantificação do número de veículos que circula nas rodovias federais, sendo encerrado no mês de junho de 2019, com previsão de retomada no ano de 2020.

O diagnóstico de tráfego é importante para detectar os principais corredores de transporte; definir eventuais gargalos logísticos; verificar consequente necessidade de expansão ou adequação de capacidade das rodovias. Ele também pode ser considerado uma ferramenta fundamental para as atividades de projeto, construção, manutenção, segurança viária e operação rodoviária.

A importância do PNCT reside na necessidade de se conhecer e precisar a demanda dessas rodovias. O volume, a composição e outras características, como velocidade, densidade e taxa de fluxo, por exemplo, são primordiais para a elaboração de estudos e projetos desenvolvidos no âmbito da Diretoria de Planejamento e Pesquisa (DPP).

Do ponto de vista estratégico, o PNCT também subsidia o DNIT no planejamento e definição de prioridades de ações e intervenções na malha rodoviária, elencando os principais eixos rodoviários a serem implantados, adequados, mantidos e operados, no intuito de oferecer à sociedade condições ótimas de trafegabilidade, sempre balizado pela otimização dos recursos públicos.

Clique aqui para consultar todas as informações sobre o Plano Nacional de Controle de Tráfego.

Fonte: Coordenação-Geral de Comunicação Social – DNIT

Publicidade
Categorias caminhoneiro
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação