Caminhão

Caminhões MAN com motores a hidrogênio em vez de células de combustível

Enquanto a Honda e a Mercedes em particular estavam dando os primeiros passos no caminho do hidrogênio nas células de combustível, a BMW optou por anos de pesquisa na combustão do hidrogênio. Bebemos água da torneira, mas depois ficou tudo quieto. O fabricante de caminhões MAN está retomando o assunto, porque ele pode ser usado mais rapidamente do que os caminhões elétricos com células de combustível.

Eles trabalharão em ambas as aplicações de hidrogênio, juntamente com a universidade e a escola técnica de Nürnberg. Eles terão um campus para pesquisar tecnologia de hidrogênio na fábrica de motores MAN (diesel) na mesma cidade.

Afinal, MAN significa Maschinenfabrik Augsburg Nürnberg. A MAN destaca ainda que na época disponibilizou a Rudolf Diesel os recursos com os quais ele poderia desenvolver seu motor.

Teste de 2021


Agora, as instituições de ensino devem ajudar a MAN a tornar a tecnologia do hidrogênio implantável o mais rápido possível. Os protótipos seriam testados no ano seguinte.

A MAN já teve propulsão elétrica a bateria em testes de campo, com uma pequena série de caminhões eTGM de 26 toneladas nos clientes. O caminhão de distribuição entraria em produção em série a partir de 2023. Naquele ano ou no ano seguinte, esses testes de campo com caminhões a hidrogênio começariam.

180 postos de gasolina


Em seu motor de 264 kW, o eTGM pode viajar até 200 quilômetros por carga de bateria. Não é suficiente para o transporte de longa distância, a tecnologia do hidrogênio deve fornecer uma solução. Mas, com as células de combustível, você também precisa da produção de hidrogênio e de postos de abastecimento.

Existem agora 44 (na Alemanha) .Um instituto alemão calculou que seriam necessários 180 postos de gasolina para a cobertura nacional. Tudo isso pode demorar, e é por isso que a MAN diz que está desenvolvendo motores a hidrogênio como uma solução provisória disponível mais rápida.

Esta postagem foi publicada em 13 de novembro de 2020 08:42

Compartilhar
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Juninho do sindicam cobra união dos caminhoneiros em vídeo

O presidente do Sindicam gravou um vídeo comentando a união da categoria dos caminhoneiros em…

14 horas atrás

Cocaína é a droga mais detectada no exame toxicológico

A Associação Brasileira de Toxicológico – Abtox-, fez um levantamento no período entre maio de…

14 horas atrás

Caminhão é atuado pela terceira vez com nota fiscal fraudada.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) confiscou 45 mil litros de álcool carburante que estavam sendo…

14 horas atrás

Caminhão causa dano em aeronave de nova companhia aérea

Na manhã da última segunda-feira (26), um caminhão atingiu um Air bus A320 da Itapemirim…

14 horas atrás

Já é possível encontrar Diesel acima de R$6,00 nos estados do Norte e Centro-Oeste do país

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), anunciou que já é possível…

15 horas atrás

Caminhoneiros reivindicam melhorias desde a década de 70

Apesar das últimas tentativas de greve não terem dado certo, as paralisações sempre ocorreram quando…

16 horas atrás

Este site usa cookies.

consulte Mais informação