Publicidade

Caminhão é recuperado após caminhoneiro ficar amarrado em uma árvore

Publicidade

Motorista chega a Corumbá, é rendido por bando e tem caminhão levado

Homem de 55 anos passou por momentos de muita tensão durante roubo de caminhão. Ele ficou amarrado em uma árvore e com uma arma de fogo apontada em sua direção, por quatro indivíduos, próximo a uma área denominada “Buracão”, localizada perto do 17° Batalhão de Fronteira, em Corumbá. O caso aconteceu por volta das 21h30, de quinta-feira, 12 de novembro.
Conforme o boletim de ocorrência, o qual o Diário Corumbaense teve acesso, a vítima estava em Bonito quando o patrão avisou que teria que vir até Corumbá para fazer uma mudança e que ao chegar na cidade, teria uma pessoa à sua espera. Seguindo as ordens do patrão, a vítima chegou na cidade na noite de ontem e como combinado, foi até um posto de gasolina, onde um dos autores o aguardava.

Ao estacionar, o indivíduo entrou no caminhão, pois supostamente seria o responsável em indicar o endereço do local que ele teria que fazer a mudança. No entanto, ao seguir a rota, o motorista foi parar no “Buracão”. Lá, mais três homens apareceram, um deles estava com arma fogo e deu um tiro no chão. Logo em seguida, a vítima foi rendida pelo homem que o acompanhava. Ele foi agarrado por trás, teve os punhos amarrados e uma corda ainda foi colocada em volta da boca e pescoço.

O autor que segurava a arma repetia que se a vítima não colaborasse, morreria. O motorista foi levado para um buraco, atrás de uma pedra, permanecendo imobilizado. Depois de uma hora, chegou um carro, de cor vermelha, e ele foi colocado no porta-malas, seguindo para um caminho mais abaixo. Ao chegar neste novo local, o caminhoneiro foi retirado e revistado pelo motorista do carro, que queria saber sobre a quantia em dinheiro, R$ 1,7 mil que estavam no bolso dele. Depois, ele foi deixado sob a guarda de dois dos envolvidos.

Os indivíduos que estavam com a vítima repetiam a todo o momento que a fronteira estava fechada e por isso o caminhão não poderia sair dali. Neste momento, chegou um dos autores armado. Ele desamarrou os punhos e amarrou uma ponta em cada mão, rodeando a vítima em uma árvore, deixando o recado: “se a gente pegar você andando na rua com a Polícia, a gente vai te matar, porque a gente é do comando e tem gente da Polícia correndo com nós”. Logo e seguida todos foram embora.

Ao perceber que estava sozinho e que o caminhão foi levado, a vítima conseguiu se soltar e buscou por um telefone, vindo a pedir ajuda na sede do Exército Brasileiro. A Polícia foi acionada e ao chegar, a vítima foi levada para a Delegacia de Polícia Civil e forneceu contatos telefônicos e características do caminhão.

Enquanto a guarnição realizava rondas na tentativa de localizar o caminhão, uma equipe da Polícia Militar, que estava de serviço no Posto Esdras, conseguiu abordar o caminhão Mercedes Bens de cor azul, sendo conduzido por um homem de 27 anos, que não portava nenhum documento de identificação.

A equipe foi até a fronteira e ao interrogar o suspeito, ele apresentou entrou em contradição diversas vezes e não soube explicar por que o caminhão estava em sua posse.

Ele foi detido como um dos suspeitos de participação do roubo. O caso foi registrado por meio do boletim de ocorrência 4035/2020.

Fonte: Diário Online

Publicidade
Categorias caminhão
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação