Publicidade

Tarcísio Freitas assinou ordem de serviço para que Exército construa vias marginais na BR-364

Publicidade

Ministro da Infraestrutura visita RO para acompanhar obras do DNIT em andamento

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, esteve em Rondônia nesta sexta-feira (2) para acompanhar as obras em andamento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Ele pousou na Base Aérea da capital Porto Velho por volta das 9h.

Um dos compromissos de Tarcísio em Rondônia foi o acompanhamento da obra sobre a ponte do rio Madeira, no distrito da Ponta do Abunã, que ocorreu pela manhã.

Os trabalhos de construção da ponte começaram em 2014 e cerca de R$ 128 milhões foram investidos. O serviço, agora, concentra-se na cabeceira que fica do lado rondoniense e deve se estender até dezembro.

“Vocês é que sabem o que é melhor para a região Norte. Não é o povo do gabinete. É por isso que a gente vai fazer a pavimentação da BR-319. É por isso que a gente já licitou o primeiro trecho de pavimentação e é por isso que a gente está fazendo a ponte do Abunã. A gente vai integrar o Norte ao resto do país. A gente vai dar ao Norte o que ele merece, pela grandeza que o Norte tem”, declarou Freitas em breve conversa com jornalistas.

Tarcísio Freitas também viajou ao estado para assinar as ordens de serviço à construção, por meio do Exército, das vias marginais e travessias urbanas na BR-364, na região de Jaru (RO), e seis passarelas para pedestres na rodovia que serão construídas em locais estratégicos.

O ministro informou à Rede Amazônica que as obras serão priorizadas e devem ser entregues dentro do prazo previsto pelo Governo Federal.

Como encerramento da agenda de compromissos no estado, Tarcísio participou de uma solenidade com o governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, além de autoridades militares e representantes estaduais, que começou por volta das 18h30. No sábado (3), Freitas segue para o Amazonas.

Fonte: G1

Publicidade
Categorias governoNOTICIAS
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação