Publicidade
Categorias DNITEstradasGoverno

Tarcísio de Freitas visitou as obras de manutenção rodoviária da BR-493

Publicidade

Ministro visita de baixo de chuva Arco Metropolitano do Rio.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, visitou, na última sexta-feira (16), as obras de manutenção rodoviária da BR-493, conhecida como Arco Metropolitano do Rio de Janeiro, no trecho Manilha-Santa Guilhermina.

A concessão do Arco Rodoviário do Rio entrará em audiência pública em novembro, e o leilão está previsto para 2021. Os investimentos estimados alcançam cerca de R$ 15 milhões.

Ao lado de políticos locais, Freitas observou que, até que o processo de concessão seja realizado, é necessária ajuda da bancada fluminense para direcionar recursos não só para a BR-493, mas para outras obras de infraestrutura do estado.

Durante a visita, o ministro disse que viu muita coisa pronta que não está ainda acessível ao usuário:

“Ou seja, se a gente botar uma grana agora e começar a atacar imediatamente, vai em pouco tempo ter condição de entregar muita coisa para a sociedade. Isso vai, sobretudo, ajudar a salvar vidas, que é o mais importante, e a restabelecer a sensação de segurança [para a sociedade], que está perdida.”

As obras de manutenção no Arco Rodoviário envolvem trabalhos de conservação e recuperação da BR-493, que vêm sendo realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), no entroncamento da BR-101/RJ (Manilha) com a BR-040/116/RJ.

A obra atende diretamente os municípios de Itaguaí, Magé, Guapimirim, Duque de Caxias, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Queimados e Seropédica, integrando as regiões produtoras com o porto e beneficiando o acesso e a mobilidade à capital fluminense, informou o Dnit.

Fonte: Renova mídia

Publicidade
Categorias DNITgoverno
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação