Publicidade

Scania vai testar semirreboque de 18 metros com placa solar cobrindo toda lateral

Publicidade

O pesquisador definiu o uso de longo prazo como 700.000 quilômetros

Scania vai testar semirreboque de 18 metro a Scania, subsidiária da Volkswagen, fez um trailer revestido de célula solar para alimentar um caminhão híbrido plug-in e está preparando testes na Suécia. Na Alemanha, Fraunhofer LBF estava procurando por caminhões também e desenvolveu um sistema de bateria leve de alta tensão para veículos elétricos pesados.

O novo treinador com suporte solar é um projeto de pesquisa para a Scania. A empresa está trabalhando com o transportador sueco Ernst Express, que também colaborou com a Scania nos testes da primeira estrada elétrica do mundo com catenária aérea.

Para o novo teste, a Ernst Express irá operar um trailer de 18 metros com células solares cobrindo toda a área ao longo das laterais e telhado de 140 metros quadrados. Os parceiros esperam que os painéis solares gerem anualmente 14.000 kWh na Suécia, com testes iniciais indicando “possível economia de combustível de 5 a 10% na Suécia e o dobro desse valor no sul da Espanha, rico em sol”, diz Scania.

A agência de inovação do governo sueco, financia o projeto. A empresa local da fabrica os painéis solares e a Universidade de Uppsala, que realiza pesquisas avançadas sobre células solares mais eficientes, e a empresa de energia e também estão a bordo. A Dalakraft ajudará a examinar se o trailer pode alimentar eletricidade na rede quando as baterias estão totalmente carregadas e o caminhão não está em m

Adicionando outras tecnologias leves, como estruturas em sanduíche para o revestimento, diz que eles alcançaram uma proporção de 0,8 entre a massa celular e o peso total. “Com uma solução de construção ultraleve para um sistema de armazenamento de energia de alta tensão, conceitos como são possíveis e desenvolvem perspectivas para atingir as metas de redução de CO2 no transporte de carga”, explica Rüdiger Heim, que supervisionou o projeto de pesquisa conjunta em Fraunhofer LBF.

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação