Publicidade

PRF apreende cargas de café e granito sem nota fiscal

Publicidade

A operação foi realizada nos municípios de Barra de São Francisco, Colatina, Linhares e Rio Bananal

Uma fiscalização realizada por auditores fiscais da Secretaria da Fazenda , com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar, apreendeu cargas de café e granito que estavam sendo transportadas sem nota fiscal, ou com nota fiscal irregular. A operação foi realizada durante a tarde e noite dessa sexta-feira nos municípios de Barra de São Francisco, Colatina, Linhares e Rio Bananal.


Na região de Linhares, os auditores apreenderam um caminhão que transportava 500 sacas de grãos de café, o que corresponde a cerca de 30 toneladas. «Se os auditores somente observassem os documentos fiscais, não teriam achado irregularidade. Mas, ao questionar o caminhoneiro, perceberam a irregularidade», acrescenta Gaigher. Para que a carga seja liberada o proprietário irá precisar pagar aproximadamente R$ 105 mil aos cofres estaduais.

Em outro ponto da operação foram apreendidas seis pedras de granito que estavam sendo transportadas sem nota fiscal, ou sem estarem completamente grafadas – o que pode ser um indicativo de sonegação fiscal.


Um dos motoristas autuados viu a fiscalização, parou num posto de combustíveis e começou a grafar a pedra para tentar demonstrar que não estava irregular. Isso é inusitado, irregular e também não foi suficiente para ludibriar os auditores que estavam na operação, comentou o auditor fiscal Germanni Herzog


As multas nos seis casos ultrapassam os R$ 33 mil. Também foi apreendido 515 quilos de café torrado em pó e 80 caixas de filtro descartável. Neste caso, a autuação foi de R$ 4,4 mil.

Fonte: Folha Vitoria

Publicidade
Categorias caminhoneiroPRF
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação