Publicidade
Categorias CaminhãoIveco

Iveco aposta em caminhão GNL na operação ecológica de caminhões

Publicidade

Além disso, a empresa irá instalar um posto de abastecimento de GNL. Isso não acaba com seus planos. “Em conjunto com esta empresa, queremos construir um caminhão Park nas instalações da Egal, que constituirá uma base completa para os motoristas”, afirma. “O caminhão Park irá fornecer-lhes estacionamento monitorado, alojamento, incluindo instalações sanitárias, catering. Haverá postos de gasolina, lava-louças e assim por diante. Acreditamos que será um grande benefício para a região. ”

A cerimónia de entrega e baptismo do novo automóvel Iveco foi moderada. “Está chegando um futuro que não é tão distante quanto pode parecer”, afirmou. “O futuro, que em breve vai quebrar os hábitos estabelecidos e o futuro, o caminho agora é emitido apenas para aqueles que são capazes de olhar nos olhos dela. E isso é exatamente o que eles fizeram na GIOMIR. Quando parafraseio a famosa obra e frase de Ernest Hemingway, o limite dos motores a diesel está tocando lentamente. ”

A entrega contou com a presença do proprietário da Giomir e Egal, do CEO da Giomir, dos gestores da Iveco e representantes da GasNet, bem como do Vice-Governador da Região Boémia do Sul e outros convidados.

A utilização de gás natural liquefeito (GNL) pelos transportadores tchecos é atualmente dificultada pela falta de postos de abastecimento e pelo preço de compra dos caminhões para esse combustível, por ser mais elevado do que nas versões a diesel. No entanto, o preço mais alto dos tratores de GNL é compensado ncão apenas por um quarto da economia de combustível.

Embora algumas dezenas de caminhões movidos a gás natural já estejam circulando em estradas nacionais, eles usam GNV. No entanto, eles só podem viajar em rotas regulares mais curtas. O gás natural comprimido ocupa cerca de três vezes mais espaço do que quando se liquefaz. O caminhão com propulsão a GNL tem uma gama totalmente comparável aos motores a diesel.

Publicidade
Categorias iveco
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação