Publicidade

Duplicação da BR-376 já possui mais de 120 quilômetros liberados sendo a maior obra do Pará

Publicidade

De acordo com a concessionária, serviços serão feitos no Km 315 entre 13h50 e 15h, desta quarta-feira (7)


Duplicação da BR-376 já possui mais de 120 quilômetros e a concessionária Rodonorte irá interditar a BR-376, na altura do Km 316, nesta quarta-feira (7), das 13h50 às 15h, para mais uma sessão de detonação de rochas, localizada na região de Ortigueira, próximo à Serra do Cadeado, no Paraná.

De acordo com a empresa, o trecho será interditado nos dois sentidos em um raio de 1 quilômetro do ponto onde ocorrerá o serviço. A previsão é de fechamento da pista a partir das 13h50, com o bloqueio mantido por cerca de uma hora. Neste tempo, a concessionária estima que todo o processo seja concluído, incluindo etapas de preparação, detonação e limpeza de pista.

Segundo o engenheiro responsável, Samir Quinones Mendonça, o serviço será realizado num ponto mais distante de áreas residenciais e, portanto, uma carga maior de explosivos será utilizada, que visa desobstruir o local para a construção da nova pista.

A Rodonorte orienta aos usuários para que, se possível, programem sua viagem e consultem as condições de tráfego pelo site da empresa ou pelo 0800 42 1500. Em caso de chuva, a detonação poderá ser adiada.

Mais obras na Rodovia do Café


A duplicação da BR-376 já possui mais de 120 quilômetros liberados, compondo a maior obra rodoviária em andamento no Paraná. Além desta frente em Ortigueira – a principal ligação entre o Norte e Sul do estado – também há serviços em andamento nas regiões de Apucarana, Imbaú, Mauá da Serra, Tibagi – esta que foi a última frente de obra iniciada, na segunda quinzena de setembro.

Fonte: Estradas

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação