Publicidade

DNIT avança nos serviços de recuperação e manutenção do pavimento da BR-153

Publicidade

DNIT avança nos serviços de recuperação e manutenção da BR-153/TO

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avança nos serviços de recuperação e manutenção do pavimento da BR-153 no estado do Tocantins, garantindo melhorias nas condições de segurança e trafegabilidade da rodovia. Os trabalhos neste segmento, localizado entre o Km 622,7 e o 701,1, foram iniciados em maio e contam com cerca de 43% de restauração da pista e do acostamento concluídos.

O trecho está localizado desde o entroncamento com a rodovia estadual TO-070 (Aliança do Tocantins) até o entroncamento com a BR-242/TO-280. Os principais serviços realizados na pista são fresagem do pavimento existente, com reciclagem de base e adição de brita, seguido por tratamento superficial duplo, com a aplicação de massa asfáltica (CBUQ -Concreto Betuminoso Usinado a Quente). Após essa etapa, é feita a sinalização provisória. Já no acostamento, os principais serviços realizados foram reestabilização de base com adição de cascalho e incorporação de fresado, seguido de tratamento superficial duplo.

Com cinco anos de duração, o contrato para este segmento da BR-153/TO é do tipo CREMA – Contratos de Restauração e Manutenção da rodovia. No primeiro ano de trabalho, as empresas devem realizar intervenções no pavimento da pista e acostamentos, além da recuperação da sinalização horizontal. Nos anos seguintes do contrato, as empresas continuam responsáveis pela manutenção da via, incluindo serviços de remendos e selagem de trincas e a conservação rotineira da faixa de domínio. As empresas contratadas por este tipo de programa têm metas a cumprir para que as rodovias garantam segurança e conforto aos usuários.

Fonte: Coordenação-Geral de Comunicação Social – DNIT

Publicidade
Categorias DNITESTRADAS
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação