Publicidade

Criminosos aplicam golpe do falso frete e abortaram o crime ao perder a chave da carreta

Publicidade

Caminhão e motorista vítima do roubo foram localizados no bairro Unileste, em Piracicaba

Criminosos aplicam golpe do falso frete e a Guarda Civil Municipal localizou uma carreta alvo de tentativa de roubo e o motorista vítima do crime, na manhã deste sábado (10), em Piracicaba (SP).

A vítima relatou que foi rendida após um falso anúncio de carga para transporte e que o crime foi abortado porque os assaltantes perderam as chaves do caminhão.

A localização ocorreu no bairro Unileste. A vítima, que é de Santa Catarina, relatou que saiu de Pinhal, no Rio Grande do Sul, com destino a Araras (SP), descarregou na quinta-feira (9) à noite naquela cidade e ficou lá aguardando uma carga.

No início da tarde de sexta-feira (10), o motorista foi informado que havia uma carga em Piracicaba para ser transportada até Palhoça (SC).

“Chegando aqui, vi que não era um barracão de carregamento, então entrei em contato com a pessoa que tinha passado a localização e ela me informou que ia de encontro onde eu estava. Aí chegou o indivíduo, dei carona para ele, para ele vir junto onde era o lugar, e quando chegamos no lugar onde ele falou, ele sacou uma arma e me renderam”, detalhou.

Na sequência, chegou ao local um segundo assaltante, também armado, e o motorista foi levado a um cativeiro com um capuz na cabeça.

“Fiquei até sábado de manhã, até 8h40, quando me trouxeram perto do local onde estava o caminhão, porque eles queriam o caminhão e não conseguiram porque perderam a chave. Aí não deu certo e me soltaram”, acrescentou.

No início da tarde deste sábado, a GCM aguardava a chegada de um chaveiro no local para liberação de acesso ao veículo.

Fonte: G1

Publicidade
Categorias caminhoneirofrete
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação