Publicidade

Conheça a trajetória dos caminhões 10×4 no Brasil

Publicidade

Em geral, eles são utilizados para aplicações específicas como a mineração principalmente

Saiba tudo sobre os famosos caminhões 10×4 conhecido como centopeia, que possuem uma configuração 10×4, dessa forma, esses caminhões contam com 5 eixos. Esse segmento tem como direcionamento específicos para atuar em mineração ou até mesmo podendo ser utilizados em áreas da construção civil.

Fique por dentro dos principais modelos já fabricados no Brasil, até mesmo a chegada das primeiras unidades de fábrica ocorreu em 2007. Então nessa época a primeira montadora a apresentar um modelo com a configuração 10×4 foi a Scania com o R470 e G470.

Configurações alterado em oficinas

Assim como diversas configurações, essa configuração também foi modifica através de oficinais, ou sejam caminhões que originalmente eram trucados ou até mesmo toco. Tiveram sua alteração virando 10×2 e até 10×4, dessa forma, esses procedimentos são alterações em projetos de montadoras. Dessa maneira, são projetos que tiveram sua idealização alterado, algo que não recomendamos.

Quais são a diferença dos modelos da Scania ?

Os modelos R470 e G470, ambos da fabricante Scania têm a mesma motorização e variando apenas o tamanho da cabine. Logo a cabine do modelo G era da versão normal e consequentemente a cabine do modelo R era alta.

Com a destinação para mineração e construção, os modelos contam com uma tração em 2 eixos e com mais os cubos redutores. Sendo que dos 5 eixos, 3 são direcionais, os 2 primeiros eixos tinham rodado simples e por sua vez o último com rodado duplo. Dessa maneira com rodado duplo visando facilitar manobras e reduzir o arrasto e os 2 eixos centrais tinha como função a tração do caminhão.

Os dois modelos constavam com uma motorização de 470 cavalos e de 12 litros, com um torque de 224,32 kgfm entre 1050 rpm e 1350. Com uma caixa de marcha GRS900 ou GRSO900 com opcionais de retarder, com 12 marchas e os caminhões vinham com a CMT (Capacidade Máxima de Tração) de 150 toneladas.

Volvo lançou o FM 480

Logo após da Scania a fabricante Volvo lançou o seu FM 480, de 10×4 que na verdade era um 10×4/6 e vocês vão entender. O modelo tinha um motor de 13 litros e contavam com cerca de 480 cavalos de potência, ou seja, 10 cavalos a mais do modelo da Scania.

Certamente a Volvo tinha como objetivo atender a demanda do mercado de mineração, então trouxe um caminhão que contava com uma suspensão inteligente no seu eixo central. O que isso quer dizer, que o modelo da Volvo poderia erguer o eixo central também e visando uma melhor adaptação em diversos terrenos irregular.

O modelo FM 480 tinha os primeiro 3 eixos rodado simples, diferentemente do modelo da Scania. E os eixos de tração eram transmitidos pelos últimos que eram rodados duplo. Por sua vez o CMT (Capacidade máxima de Tração) era de 100 toneladas.

Então cinco anos após o mercado teve uma atualização

Em meados de 2012, a montadora sueca Scania trouxe uma novidade ao mercado brasileiro e implementou o modelo G480. Que também tinha sua destinação para o segmento de mineração contendo identicamente o mesmo sistema de eixos do já antigo modelo G470.

Portanto o novo modelo da Scania G480 contava com o motor DC13 111 de 480 cavalos igualando ao da Volvo, e uma caixa da GRSO925R contendo 14 velocidades. Com o destaque para o modelo foi a remoção do sistema turbocompound, o veículo tinha uma CMT de 150 toneladas.

Volkswagen também teve caminhão 10×4

A montadora alemã lançou o modelo Constellation 31.330 e o 31.390, com um grande foco em guindastes e bombas de concreto onde teve grande sucesso. Em meados de 2013, os modelos foram disponibilizados com um motor Cummins. Dessa forma o modelo 31.330 tinha uma potência de 330 cavalos e 148 kgfm de toruqe e o modelo 31.390 tem um motor de 400 cavlos de potência e um torque de 173 kgfm.

Então ambos os modelos tinham a mesma caixa de marca da ZF 16S 1685 TD, com 16 velocidades. E o seu modelo de eixo era constituído da seguinte maneira os 2 primeiro e últimos eram direcionais, tendo como opção para o último rodado simples ou duplo. E por sua vez os eixos de tração eram o quarto eixo e o eixo central, dando uma capacidade máxima de tração de 63 toneladas;

O modelo mais atual 10×4/6

Lançado em 2020 o modelo G540 da montada Scania, tem um sistema de 10×4/6, disponibilizando os três primeiros eixos direcionais e de rodado simples. Os dois últimos de tração como rodado duplo e o seu montar de 13 litros e com 540 cavalos de potência e um troque de 275,5 kgfm.

Esse ultimo modelo é o mais forte de todos os caminhões 10×4 e com a maior CMT (Capacidade Máxima de Tração) chegando aos expressivo número de 210 toneladas.

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação