Publicidade

Caminhão basculante MAN agora também a gás

Publicidade

O modesto fabricante bielorrusso MAZ-MAN, apesar da retirada da joint venture de parceiros alemães, continua a desenvolver gradualmente o programa. E parece que ele decidiu se concentrar no segmento de caminhões basculantes 4WD para o norte da Rússia. Afinal, é para lá que vão todos os anos a maioria dos carros de várias centenas de lançamentos.

Não é surpreendente que os cidadãos de Minsk também tenham percebido a tendência do uso de gás em caminhões, que está na moda na Rússia – seu novo produto, o caminhão basculante 756K59 6×6, é equipado exatamente com esse motor que funciona com metano comprimido.

Curiosamente, o motor de 515 cavalos de potência não é mais tradicionalmente chinês, mas russo – foi desenvolvido sob a marca T15 por Tekhnologiya-1604. Ele é baseado no motor a diesel de oito cilindros em forma de V YaMZ-6586, que foi complementado com seus próprios sistemas de ignição por centelha, admissão-escapamento e controle eletrônico.

A unidade funciona em conjunto com a transmissão manual chinesa rápido e de doze velocidades, que há muito é usada pela Minskers. Maleta de transferência de duas fases – marca ZF. O eixo dianteiro de nove toneladas leva a marca MAN, traseiro com capacidade de carga de 32 toneladas é de sua própria produção, assim como a carroceria de 15 cc.

A capacidade de carga do caminhão basculante de gás é de 23 toneladas, algumas toneladas a menos que a do análogo a diesel. Isso se deve ao aumento do peso morto associado ao armazenamento de gás. Oito cilindros de aço sem costura de fabricação checa são instalados em ambos os lados da estrutura. A capacidade total chega a 1164 litros – o que deve ser suficiente para cerca de 500-600 quilômetros.

Publicidade
Categorias caminhãoman
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação