Publicidade

Polícia Civil recuperou caminhão frigorifico roubado com carne vegetal

Publicidade

Polícia Civil recuperou caminhão ao localizar produto de roubo na madrugada desta quinta-feira, 24. O caminhão foi roubado por assaltantes na Castello Branco, km 18, em Osasco, às 04h00 da manhã.

O veículo vinha de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, com aproximadamente uma tonelada de carne. Na rodovia, o caminhão foi fechado por um Fiat Doblô cinza, ocupado por três indivíduos.

Um dos criminosos mostrou uma arma de fogo e exigiu que o motorista parasse o caminhão.

O caminhoneiro estava com a esposa e os dois foram rendidos.

Um dos elementos entrou no caminhão e obrigou o motorista a seguir viagem sentido bairro.

Algun tempo depois, obrigou o motorista a parar e os dois descerem e se encaminharem até o Fiat Doblô onde permaneceram parados por horas enquanto o resto do bando subtraia toda a carga do caminhão.

Após o roubo, o Doblo seguiu com o casal que foi abandonado atrás do mercado Carrefour, em Osasco.

Mais tarde, o motorista recebeu ajuda da polícia e por meio do sistema de aplicativo do rastreador, descobriram que o caminhão estaria em uma região rural em São Roque.

Os policiais civis da Delegacia de São Roque foram informados e os investigadores iniciaram diligência até onde havia a indicação do sinal.

Eles chegaram a uma estrada na região do Garcia em São João Novo. Realizaram buscas em uma área próximo a uma mata, localizaram o caminhão Ford Cargo, de propriedade da empresa BS Carnes, com sede em Campo Grande-MS, abandonado.

O veículo estava vazio, sem a carga.

Além do caminhão, os policiais também recuperaram documentos e objetos pessoais das vítimas.

O veículo foi conduzido até a Delegacia de São Roque onde a ocorrência foi apresentada.

Documentos e objetos foram entregues às vítimas.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e contínua na tentativa de localização dos autores do delito.

Fonte: São Roque Noticias

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação