Publicidade

Mercedes-Benz eActros inicia testes práticos

Publicidade

O Mercedes-Benz eActros movido a bateria começa os testes práticos da Remondis em Colônia.

Reciclagem e gestão de água e serviços municipais e industriais operam caminhões de 25 toneladas com uma quilometragem de cerca de 200 quilômetros em seu negócio de gestão de resíduos como parte dos chamados serviços de recipientes de resíduos.

O Mercedes-Benz eActros totalmente elétrico também acelera em uma rota proibida para caminhões convencionais. A bateria do eActros é recarregada durante a noite no depósito no distrito da cidade de Rodenkirchen.

Chefe de vendas de caminhões ocidentais da Daimler caminhões AG, disse que depois que os primeiros veículos foram entregues na Holanda e na Alemanha, a segunda fase de testes do eActros está acelerando.

“Com a Remondis, podemos conquistar clientes que estão desempenhando um papel pioneiro nesta importante operação urbana. Estamos ansiosos para testes intensivos de caminhões elétricos dos clientes, juntamente com Remondis e Rhenus.”

Stephan Krings, Diretor Executivo da Remondis Rheinland, disse que o teste da frota elétrica está em linha com a filosofia de ser a maior empresa da Alemanha nas áreas de gestão de resíduos e conservação de recursos.

“Junto com a Rhenus, nossa empresa irmã, esperamos a operação do complexo eActros em Colônia na cidade e estamos muito satisfeitos com a resposta do nosso motorista.”

eActros inicia testes e o Sascha Hähnke, Diretor Executivo da Rhenus Transport, disse que a logística verde é o resultado de nossos valores básicos e autoconceito como um provedor de serviços de logística global. Portanto, a proteção ambiental e o manejo responsável dos recursos são componentes da estratégia corporativa.

“Portanto, é muito importante para nós testarmos tecnologias de propulsão alternativas e depois usar a melhor tecnologia disponível. Junto com a Remondis, estamos agora implantando o eActros no seu ritmo.”

Resultados de testes

Uma das muitas descobertas feitas durante os testes práticos durante a primeira fase de testes foi que a distância do eActros de cerca de 200 quilômetros se mostrou muito realista – independentemente da carga, rota ou topografia.

O eActros não é de forma alguma inferior aos caminhões convencionais em termos de disponibilidade e desempenho no trânsito urbano, rodoviário ou terrestre.

O sistema de resfriamento para carga e o sistema de ar condicionado – ambos eletricamente operados – funcionam sem quaisquer restrições em condições extremas de calor e inverno.

O motorista está muito satisfeito com a disponibilidade contínua de torque em toda a faixa de velocidade. Eles também mencionam especificamente o silêncio do caminhão em sua experiência de direção agradável e suave.

eActros inicia testes e além disso, se o caminhão for dirigido para a frente, a energia elétrica pode ser recuperada por meio de recuperação, ou seja, frenagem do motor. Portanto, o pedal do freio raramente é necessário.

eActros sem CO2

O EActros é baseado no chassi do Mercedes-Benz Actros. Além disso, a arquitetura do veículo está totalmente adaptada à propulsão elétrica e possui uma certa proporção elevada de peças.

Dois motores elétricos próximos ao cubo da roda do eixo traseiro fornecem propulsão com uma potência de 126 kW cada e um torque máximo de 485 Nm cada.

O resultado são 11.000 Nm cada após a relação de transmissão, proporcionando desempenho igual aos caminhões convencionais. Uma bateria de íon-lítio com 240 kWh fornece energia para o eActros. Dependendo da potência de carga disponível, a bateria pode ser totalmente carregada em duas horas (a 150 kW).

O desenvolvimento e teste de caminhões elétricos pesados ​​no transporte de distribuição receberam apoio do Ministério Federal do Meio Ambiente da Alemanha (BMU) e do Ministério Federal para Assuntos Econômicos e Energéticos (BMWi), como parte do projeto ELV² Concept.

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação