Publicidade

Manzanares supera expectativas na feira de veículos

Publicidade

As cinco empresas expositoras que possibilitaram este ano a celebração desta segunda edição (Lecitrailer, Man, Renault Trucks, Scania e Volvo)

Manzanares supera expectativas e a segunda edição da Feira Nacional de Veículos Industriais Usados ​​fecha as suas portas neste domingo “com muito bons sentimentos e a vontade de a consolidar definitivamente numa terceira feira que poderá decorrer normalmente em Maio”. Embora o primeiro dia de exposição tenha sido marcado pela chuva, o tempo esteve tão bom no fim de semana que dezenas de profissionais de toda a Espanha se deslocaram a Manzanares, surpreendendo até a própria organização, que devido às excepcionais medidas devidas à COVID -19 estava ciente de que eles poderiam prejudicar os resultados.

No entanto, no último dia da feira notou-se o sucesso generalizado, algo festejado pelo Conselheiro para as Feiras, Pablo Camacho, “no sábado os próprios expositores disseram-nos que não aguentaram e se não houve mais afluência é por medo e incerteza ”. Feliz com a aceitação do público, destacou ainda o seu bom comportamento, “as medidas foram tomadas ao extremo, e a temperatura de todos os visitantes, obrigados a usar máscara e desinfetar as mãos”. A este protocolo é adicionado aquele que os próprios expositores implementaram.

Este novo impulso à economia local se dá em um momento social e econômico difícil, “mas a equipe do governo de Julián Nieva queria dar continuidade à feira e, apesar das consequências para a saúde, economia e emprego, pensamos que é o melhor momento para estar ao lado das empresas, à sua disposição e ajudando-as no que for possível ”.

Embora ainda não se conheçam os dados definitivos dos visitantes, sabe-se com certeza que a maioria são profissionais, o que beneficia os expositores, “desta forma veem o seu esforço recompensado com um bom nível de vendas. Se houver negócios, a Câmara Municipal fica satisfeita, porque será bom para as empresas e para Manzanares ”.

Ansioso por uma terceira edição

Manzanares supera expectativas e as cinco empresas expositoras que possibilitaram este ano a celebração desta segunda edição (Lecitrailer, Man, Renault caminhões , Scania e Volvo) coincidem em querer que a feira se consolide em Manzanares.

Assim, para Micaela Rodríguez, gerente do grupo R. Peinado-Scania, o esforço para participar dela vale a pena porque as vendas e novos contatos estão fechados para o futuro, mesmo nessas circunstâncias marcadas pelo coronavírus e onde as expectativas eram incertas ”. não esperávamos tanta gente nem esses resultados na feira ”, afirma,“ foi uma surpresa. Diego Morales, da Volvo caminhões, destaca que “as pessoas vieram de Salamanca, Murcia ou Ávila. Queremos dar-lhe continuidade, consolidá-la e ser um ponto de referência ”, sobretudo quando“ não há lugar em Espanha com feira de camiões usados, por isso Manzanares é um ponto muito importante que reúne andaluzes, madrilenos ou castelhanos -A mancha. É ideal e o local é espetacular ”. Mesma opinião expressa por Álvaro Casas, da Renault caminhões , “As operações e os contatos foram fechados e por isso é positivo. Apostamos nesta feira desde o início e assim continuaremos ”, e Carlos Lasierra, responsável nacional por veículos usados ​​em Lecitrailer,“ o ano passado foi positivo, e voltaremos no próximo ano ”, que também agradece a profissionalização dos visitantes,” Não é como em outros lugares que alguém entra; aqui as pessoas não vêm para sair, mas para comprar ”

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação