Publicidade

Em menos de 24 horas PRF apreendeu 76 rebites em rodovias do Piauí

Publicidade

PRF apreende 76 unidades de rebites em menos de 24 horas no Piauí

Em menos de 24 horas PRF, quatro pessoas foram autuadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por porte de droga para consumo. Um condutor de um veículo de passeio e três caminhoneiros foram flagrados na mesma situação de ilegalidade na BR 316, nos municípios de Valença do Piauí e Picos.

No primeiro caso, na manhã de sábado (19), um homem de 56 anos, que conduzia o veículo Astra, portava 09 unidades de comprimidos de medicamento Nobésio Extra Forte escondidos sob suas roupas.

O condutor informou que havia adquirido o medicamento em um posto de combustível no município de Mãe do Rio/PA, porém não informou de quem recebeu.

No segundo caso, na tarde de sábado (19), um homem de 38 anos, que conduzia o veículo de carga Scania, portava 15 unidades de comprimidos de medicamento Nobésio Extra Forte na cabine da carreta. O condutor informou que havia adquirido o medicamento em um posto de combustível no município de Mirandiba/PE por R$ ca30,00 e também não informou de quem recebeu.

No terceiro caso, na noite de sábado (19), um homem de 30 anos, que conduzia o veículo de carga 24.250 CNC 6X2, portava 40 unidades do mesmo medicamento que os demais na cabine da carreta.

Em menos de 24 horas outro condutor informou que havia adquirido o medicamento em um posto de combustível na cidade de Petrolina/PE por R$ 75,00 e não informou de quem recebeu.

No quarto caso, na madrugada de hoje (20), um homem de 27 anos, que conduzia o veículo de carga Mercedes Benz, portava 12 unidades de comprimidos de medicamento Nobésio Extra Forte na cabine da carreta. Os policiais abordaram o veículo, devido o motorista estar conduzindo o veículo em forma de ziguezague. O condutor, que apresentava sinais do uso de “rebites” informou que havia adquirido o medicamento em um restaurante em São Paulo/SP.

Fonte: Meio Norte

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação