Publicidade

DNIT debatem sonho de pavimentação da BR-319 no Amazonas

Publicidade

Em videoconferência, Sepror, DNIT e Prosul debatem pavimentação da BR-319 no AM

DNIT debatem sonho da rodovia BR-319 foi pauta de uma videoconferência com representantes da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da empresa Projetos Supervisão e Planejamento Ltda (Prosul), que em conjunto com DNIT elabora estudo para o trecho ainda não pavimentado da BR-319 no Amazonas. O encontro, realizado na tarde de ontem (22), na sede da Sepror, reuniu o titular da pasta, Petrucio Magalhães Júnior, e Thiane Cabral, representante da Prosul.

O estudo que está sendo desenvolvido pela Prosul e DNIT visa diagnosticar o atual perfil econômico e social das áreas que influenciam direta ou indiretamente a BR-319, bem como prognosticar os benefícios que essas áreas terão a partir da realização das obras.

DNIT debatem sonho de pavimentação e durante a reunião virtual, foram colocados como tema de pauta: a identificação de políticas de desenvolvimento agropecuário do Governo do Amazonas para a área de estudo; características da economia regional, seus principais polos produtivos, culturas e rotas logísticas; identificação de planos de incentivos fiscais para a implantação científica e tecnológica na região em estudo; e perspectiva de crescimento para a mesma.

“A repavimentação da BR-319 é um sonho de milhares de amazonenses, e foi possível apresentar os projetos do Plano Safra Amazonas 2019/2020 para o sul do estado, bem como salvaguardas de projetos sustentáveis, visando garantir o meio ambiente”, declarou o titular da Sepror.

Participaram também da videoconferência o secretário executivo adjunto de Política Agrícola, Pecuária e Florestal da Sepror, Airton Schneider; o diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado (Adaf), Alexandre Araújo; além de representantes do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam).

Fonte: Manaus Alerta

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação