Publicidade
Categorias DNITEstradasGoverno

Deputados questionam DNIT instalação de radares em rodovias catarinense

Publicidade

Parlamentares catarinenses questionam DNIT sobre radares em rodovias

Deputados questionam DNIT e o Fórum Parlamentar Catarinense se reuniu por videoconferência, anteontem, com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) em SC para tratar dos critérios de instalação de radares em rodovias federais no Estado. A autarquia federal esclareceu que a finalidade dos equipamentos é para evitar acidentes, especialmente por excesso de velocidade. Sim, nada a contestar nisso. Os congressistas fizeram muito bem, porém, em questionar, com total razão: que serventia de fato tem radares instalados em trechos de rodovias em que as condições de trafegabilidade não dão mínima segurança e nem qualidade para os motoristas e usuários?

Desencanto


“´Tudo farinha do mesmo saco”. A conhecida frase foi e está sendo dita e ouvida em muitas rodas de SC por conta do possível impedimento do governador Carlos Moisés e, ao mesmo tempo, da denúncia, pela Operação Alcatraz, que implica o pretendente direto ao cargo, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia. Mesmo em ano eleitoral como esse, fatos como estes aumentam o desencanto do eleitor, que já é avassalador, com a política e os políticos.

Referendo


Deputados questionam DNIT e no cativante debate internacional, por videoconferência, promovido pela TV Assembleia Legislativa sobre o referendo na Itália, dias 20 e 21 deste mês, que propõe reduzir de 640 para 400 e de 315 para 200 o número de deputados e senadores, respectivamente, de seu parlamento, a maioria dos ilustres participantes, entre eles o senador Esperidião Amin e os ex-governadores Paulo Afonso Vieira e Raimundo Colombo, admitiu a vitória dos que defendem menos legisladores.

Fonte: O Municipio

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação