Publicidade

Caminhoneiros terão que tirar 4º eixo da carreta entendam

Publicidade

Fique por dentro da nova decisão emitida pelo CONTRAN que estar deixando os caminhoneiros sem dormir

Caminhoneiros terão que tirar 4 º eixo após nova nota técnica lançada do DENTRAN (Departamento Nacional de Trânsito) dizendo especificidade com relação ao 4º eixo da carreta. Diversos caminhoneiros ao lê o documento já se desesperaram com receio de ter o seu caminhão apreendido por não estar em conformidade com a lei. Grande parte dos condutores estão acreditando que todos os caminhões terão que retirar o 4º eixo da carreta.

Com toda a movimentação o Júnior um dos representantes do SINDICAM Ourinho, decidiu gravar um vídeo explicando de uma melhor forma o que de fato vai acontecer. Segundo Júnior o fato é aconteceu, é que uma determinada empresa estaria com irregularidades na vistoria. Sendo responsável por realizar aferições do 4º eixo de caminhões do ano de 2016 até 2020.

Caminhoneiros terão que tirar remover o 4º eixo ?

Conforme atestado pelo CONTRAN, todas as inspeções realizadas nesse período, foi constatado e consideradas de forma irregular. Portanto, cerca de 148 inspeções realizadas entre 2016 e 2020  com a liberação de CSV de vistorias irregulares.

Como fica o caminhão que realizou a sua vistoria ?

DENTRAN concedeu um prazo de 10 dias para que a empresa apresente sua defesa com relação a decisão emitida pelo órgão. Até o momento a empresa não comentou sobre o assunto e se vai entrar com recurso contra a decisão tomada pelo DENATRAN.

Acreditamos que é muito provável que a empresa entre com um recuso contra decisão, na nota técnica conjunta nº 5 do Departamento Nacional de Trânsito. Que declarou que realização de suas vistorias foram caracterizadas de maneira irregular.

Agora vou ter que tirar o 4º eixo do caminhão ?

Conforme a resposta do Júnior do SINDICAM de Ourinho, quem não realizou sua vistoria na ITL pode ficar tranquilo que não será necessário retirar o 4º eixo do caminhão. No entanto para que utilizou dos serviços da empresa, após essa decisão vai estar com o caminhão de forma irregular.

Dessa maneira, pode enfrentar problemas futuros devido a inspeção realizada, orientamos que o condutor ou proprietário do veículo que realizou vistoria nessa empresa, entre em contato em caráter de emergência. Explicando a situação e solicitando a regularização da inspeção o quanto antes.

A equipe do Brasil do Trecho orienta que sempre antes de realizar a instalação procure por uma empresa de inspeção com referência e conhecimento no mercado. Evitando, dessa maneira, passar por uma situação de constrangimento e dores de cabeça.

A direção do sindicato afirma que luta para que o 4º eixo dos implementos saiam de fabrica, evitando assim, que o proprietário tenha que buscar por empresas para realizar esse tipo de serviço.

Atualizado 27/09/2020 às 15:05

Fonte: Brasil do Trecho

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação