Publicidade

Agência Estadual da Bahia faz operação para fiscalizar cargas na BR-101

Publicidade

Uma operação para fiscalizar cargas e coibir irregularidades no transporte de animais foi montada na BR-101, pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), nesta terça-feira (29). Os agentes começaram a trabalhar por volta das 6h e seguirão até 18h.

A operação foi montada em vários pontos da rovodia, a maioria dos trechos fiscalizados estão no sul e extremo sul da Bahia, como as cidades de Eunápolis, Gandu, Itabuna e Teixeira de Freitas.

Até por volta de 12h15, 40 caminhões tinham sido fiscalizados. Três deles apresentaram irregularidades. A agência não explicou quais foram os problemas identificados. Por causa disso, o motorista foi autuado com uma multa de R$ 800 e o dono dos animais, multado em R$ 53 por cada animal que estava sendo transportado.

Segundo Cláudio Werlinger, gerente regional da Adab, fiscalizar cargas na BR-101 mas vários documentos, como a guia de trânsito, são verificados durante a fiscalização.

“O objetivo desta operação é fiscalizar o trânsito de animais e de alimentos de origem animal. Durante essa abordagem são verificadas guias de trânsito dos animais, a origem e o destino dos animais, o número de animais presentes em cada carga, assim como a idade dos animais”, disse.

‘É muito importante verificar a rastreabilidade desses animais. A Agência de Defesa Agropecuária, como o próprio nome já diz, é para a gente identificar, caso ocorra algum tipo de doença, o local dessa doença e como combatê-la imediatamente”, completou Cláudio.

O gerente também comentou sobre a vacinação contra a febre aftosa durante a pandemia. A febre é uma das principais doenças da criação de gado, que começa com aftas nas bocas dos animais, podendo levar a problemas cardíacos e até a morte do boi.

“A cobertura vacinal da última campanha de febre aftosa foi ótima. Batemos a casa de 95% dos bovinos vacinado. Um índice maravilhoso apesar da pandemia; nos deu um grande percentual de animais vacinados”, contou Cláudio.

“Toda guia de trânsito só é emitida se os animais tiverem sido devidamente vacinados. Os animais que não são vacinados, ou que estão sem guia, são verificados a origem e, se caso eles não tiverem vacinados, eles são vacinados imediatamente”, finalizou.

Fonte: G1

Publicidade
Categorias caminhaoNOTICIAS
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação