Publicidade

31 Caminhoneiros têm suas vidas salvas durante 20 meses em área de escape

Publicidade

Área de escape da BR-277 salvou cerca de 31 vidas durante 20 meses

Resultado de 31 caminhoneiros têm suas vidas salvas e de fato foi a frase mais utilizado entre os caminhoneiros que infelizmente tiveram que usar a área de escape e que felizmente tiveram suas vidas guardadas. Em relação a um período de 20 meses de utilização a área de escape situada no km 36,5 da BR-277, localizado na Serra do Mar.

Então um depoimento coletado de um caminhoneiro que por necessidade teve que utilizar a área de escape. Segundo o condutor que estava transportando 16 toneladas de farelo de soja, quando se aproximou do paredão do km 40 notou uma falha no sistema de frenagem do caminhão. Dessa maneira, ao passar pela sinalização indicando uma área de escape, já se direcionou a esquerda de modo instantâneo afim de preservar sua vida e as demais que transitavam pela BR.

Contou Geovani Araudo com experiencia de 18 anos de rodagem, ao afirmar que conseguiu salvar sua vida após utilizar a área de escape após passar por apuros.

Quando foi a inauguração da área de escape?

Instalada no trecho de Curitiba da BR-277 em meados de dezembro de 2018, e até o momento já teve a necessidade de entrar em ação 31 vezes devido em sua grande parte em falha no sistema de frenagem de caminhões. Com sua construção realizada pela administradora Ecovia e tal equipamento tem 180 metros de extensão e completamente coberta de argila, com intuito de absorver impacto aos danos passado para os veículos.

Como evitar utilizar a área de escape ?

Não é recomendado a utilização da área de escape em momento algum, entretanto, em momento de emergia como falha no sistema de frenagem para evitar uma tragédia maior é a opção indicada a fazer.

Logo existe alguns pontos onde é possível realizar a fim de evitar a necessidade de utilizar esse dispositivo.  A principal dica é manter a manutenção preventiva do caminhão criteriosamente em dias, logo, o conduto ou até mesma a empresa dono do caminhão devem fazer vista grossa para as manutenções do caminhão com confiança na área de escape.

Publicidade
Junior Ribeiro

Engenheiro Civil no 10º semestre pela Universidade Estácio de Sá, um amante de veículos pesados devido grande influência do pai. Aos 7 anos de idade o seu maior sonho era ser motorista de transporte coletivo, no entanto, no ano de 2014 ingressou em uma empresa de transporte coletivo, como jovem aprendiz onde juntamente com seu amigo de trabalho fundou o Brasil do Trecho.

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação