Publicidade
Categorias caminhaoDAF

Diretor da DAF falou sobre o lançamento da linha CF atualizada e de um caminhão 8×2

Diretor da DAF falou sobre o lançamento e focará a venda de caminhões rodoviários no Brasil e lançará, em 2021, um modelo 8×2 e a família CF renovada. Para depois focar nos caminhões médios LF e nos fora de estrada. As informações foram reveladas pelo diretor-comercial da empresa, Luis Gambim, em entrevista exclusiva ao Estradão. O executivo também contou que a Paccar Financial, braço financeiro da DAF, oferecerá em breve planos especiais para a aquisição dos novos caminhões XF. A linha acaba de ser lançada no País.

Segundo Gambim, agora o objetivo da DAF é se estabelecer no Brasil com uma ampla linha de caminhões rodoviários. O início desta fase contempla os caminhões pesados, segmento no qual a marca tem forte atuação. Em 2021 virão os novos CF e modelos rodoviários rígidos, com destaque para o bitruck com tração 8×2.

Gambim diz que o novo XF105, que acaba de ser lançado no Brasil (acima), é mais moderno que o Volvo FH. E que considera a Scania como uma rival mais à altura da DAF. Com as atualizações, o pesado da marca holandesa vendido no País ficou em pé de igualdade com o oferecido na Europa. A diferença são os sistemas de controle de emissões. Aqui vigora a P7 (norma equivalente à Euro 5) e na Europa está valendo o Euro 6.

Briga de pesados
Em fevereiro, a Volvo apresentou na Europa a nova família FH. O destaque são atualizações nos sistemas eletrônicos, na cabine e em dispositivos de segurança. No Brasil, a marca acaba de lançar a linha 2021 do FH. Há novas opções de distância entre os eixos e itens de segurança ativa, como luzes de alerta de frenagem de emergência. Mesmo com essas inovações, o caminhão vendido no mercado brasileiro está distante do comercializado na Europa.

O fato é que o FH 540 continua sendo o calcanhar de Aquiles para todas as demais fabricantes. O modelo da Volvo é o caminhão mais vendido do País no acumulado de janeiro a agosto de 2020. O XF105 está na segunda posição no ranking. Em seguida vêm o Volvo FH 460 e o Mercedes-Benz Actros 2651. O Scania R 450 aparece na quinta colocação.

A briga promete ser boa. No ranking de participação de mercado por marca, a DAF aparece na sexta posição. A holandesa está atrás de Mercedes-Benz, Volkswagen, Volvo, Scania e Iveco. Veja aqui a lista dos caminhões mais emplacados no Brasil, na soma total e por segmento. Confira a íntegra da entrevista abaixo.

Caminhão XF
Com a nova linha XF a DAF está mais competitiva. O objetivo é chegar à liderança de vendas?
O novo XF105 compete com todas as marcas na Europa. Mas, no Brasil, eu considero a Scania como nosso maior competidor quando se trata de tecnologia embarcada e inovações. Com o novo XF, estamos um passo à frente da Volvo em relação ao consumo de combustível. Posso citar vários exemplos que deixaram o DAF mais econômico que o Volvo.

Quais são?
A nova caixa de câmbio ZF Traxon traz um software que mapeia a rodovia por GPS. O sistema faz a leitura da topografia e “sabe” como é rodovia à frente com 2 km de antecedência. O Volvo FH tem o mesmo sistema, porém, tem de passar ao menos uma vez pelo trecho para só depois a ferramenta fazer a leitura. No XF a leitura está disponível já na primeira viagem. Ou seja, o nosso caminhão está uma geração à frente do da Volvo. O Scania é o que mais se assemelha ao DAF nessa tecnologia e também no consumo de combustível.

Mercado de pesados


No Brasil, o DAF XF já vende mais que o Scania R 450.
A Scania caiu bastante em participação de mercado, mas a DAF ainda não a ultrapassou em volume de vendas. Se somar todos os caminhões pesados vendidos pela Scania e pela DAF, a conta é outra. A Volvo está na frente. Depois vem a Mercedes e em seguida, a Scania. A DAF está na quarta colocação. Eu enxergo que o crescimento de market share da DAF será uma consequência natural da aceitação do nosso produto. Muitos clientes estão dando retorno positivo sobre o novo XF. E são clientes que tiveram o primeiro contato com o caminhão em testes. O crescimento de participação já está ocorrendo. Não vamos precisar fazer nenhum esforço para conquistar o mercado. E não estamos preocupados com a liderança de vendas neste momento.

Mas a DAF quer aumentar seus volumes de venda e participação…
Sim. Queremos crescer em volume de vendas, gerar mais empregos e melhorar a nossa participação. Mas a liderança neste momento não é o ponto principal. Queremos, sim, oferecer um produto robusto como era o XF anterior, com conforto e baixo custo operacional. Isso aliado aos novos sistemas de segurança e à cabine com desenho arrojado e em linha com o caminhão vendido na Europa.

Inovações


Que outros aspectos técnicos do DAF XF são mais modernos que os da concorrência?
O XF105 é totalmente novo e compartilha os mesmos atributos do caminhão vendido na Europa. Além disso, foi ajustado para o mercado brasileiro. Um dos destaques é a nova relação de diferencial, que permite que a entrega de torque ocorra a partir das 900 rpm. Isso se traduz em baixo consumo de combustível. Outra novidade é o multi torque, que garante força extra em última marcha. A transmissão Traxon também é totalmente nova e até 35% mais silenciosa que a antecessora, que também é da ZF. Além disso, é ainda mais moderna e rápida. Sem falar do Eco Roll (direção no modo econômico), do Controle de Cruzeiro Preditivo e do Eco Mode (quando há demanda de torque em subidas e ultrapassagens, por exemplo). A Traxon também é mais compacta e os intervalos para manutenção são maiores.

Fonte: Estradão

Publicidade
João

Técnico em Logística e apaixonado por caminhões e ônibus.

Deixe um comentário

Postagens recentes

Criminalidade caminhoneiro é roubado duas vezes na mesma manhã pela mesma dupla

Caminhoneiro é abordado por marginais duas vezes na mesma manhã em Itabaiana Criminalidade caminhoneiro é roubado quando estava em uma…

5 horas atrás

10 caminhões que não deram certo no Brasil

Conheça os 10 modelos de caminhão que não deu muito certo no Brasil.

7 horas atrás

Caminhoneiro piauiense morre atropelado pelo próprio veículo

Silas era natural de Colônia do Piauí e em Oeiras trabalhou por longos anos com o empresário Chico de Cazé…

9 horas atrás

É possível usar diesel S-10 em veículos antigos?

Esta é uma pergunta bem recorrente, desde que o diesel S-10 começou a ser comercializado no Brasil em 2013. A resposta é…

10 horas atrás

Senado adia mudança sobre novo sistema de cobrança de pedágio

O Senado adiou a votação nesta quinta-feira (17) de projeto de lei que abre as portas para um novo modelo…

14 horas atrás

Caminhoneiro foi enganado por transportadora com comprovante falso de pagamento de frete

Caminhoneiro cai em golpe de transportadora após aceitar um frete de Recife para Belém.

14 horas atrás

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação