concurso da PRF

Primeiras impressões do novo DAF XF Flagship

Primeiras impressões ao subir no caminhão é uma experiência familiar, e as primeiras impressões do novo carro-chefe DAF XF nos lembram que os europeus parecem se equiparar em alturas e larguras de degraus, quase ao milímetro.

O novo visual desses modelos é muito mais moderno do que estávamos acostumados na DAF. O modelo anterior datado dos anos 90 e a DAF na Austrália passaram direto dos primeiros modelos Euro 6 para os novos modelos que ganharam o Caminhão Internacional do Ano em 2018.

Não há como confundir a suavidade da transmissão e do passeio nesses modelos mais recentes. Também é muito silencioso dentro do caminhão. O Diesel News B-double estava dirigindo carregava pouco mais de 60 toneladas e parecia relaxado rumo à rodovia em Yatala, ao sul de Brisbane.

Já se passou algum tempo desde que a Diesel News testou um caminhão DAF topo de linha para um teste, mas este traz a marca para o mesmo parque que os outros europeus de alto desempenho, como Mercedes, Scania e Volvo.

Sim, há apenas um motor de 13 litros sob a cabine, mas não há a sensação de uma linha de transmissão sendo super trabalhada quando o caminhão segue para a rodovia. O motor é Paccar MX-13, motor diesel de 6 cilindros com capacidade de 12,9 litros. A potência de saída de 530 hp (395 kW) a 1.600 rpm é complementada por um torque máximo de 2.600 Nm (1918 ft lb) disponível de 900 a 1.125 rpm. A capacidade de combustível do caminhão é de pouco mais de 1000 litros, com um tanque de AdBlue de 85 litros.

Nas estradas que vão de Brisbane para o oeste, essa potência e torque são mais do que capazes de manter o impulso e fazer uma milha eficiente. A direção parecia relaxada e, a essa altura, todas as várias configurações automáticas foram feitas em alguns dos muitos sistemas eletrônicos de segurança de última geração incluídos.

Os recursos instalados nesses novos caminhões da DAF incluem Controle de cruzeiro ativo (ACC), Aviso de colisão frontal (FCW), Sistema de frenagem de emergência avançado (AEBS), Sistema de aviso de saída de pista (LDWS), Controle de estabilidade do veículo (VSC). Esse é o tipo de nível de sofisticação que o comprador de caminhão moderno está procurando.

O estilo de direção relaxado necessário para tirar o melhor proveito do caminhão é simplesmente uma questão de apontá-lo na direção certa. Isso dá ao motorista tempo para contemplar o próximo desafio, escalar Cunningham’s Gap com um B-double totalmente carregado.

No início da subida, tentei empurrar o acelerador através do detentor para superar a mensagem de que procuro potência máxima. Conforme a inclinação aumenta, o caminhão fica confortável a 1.500 rpm e segurando a marcha. A mensagem de que está em uma inclinação vem do meu pé direito e da leitura do inclinômetro na transmissão ZF TraXon de 16 marchas.

Esta postagem foi publicada em 12 de agosto de 2020 20:51

Compartilhar
admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Postagens recentes

Vídeo mostra escavações sendo realizadas de forma inacreditável

Difícil de acreditar quando percebemos algumas situações de escavações sendo feitas de forma negligente, com…

2 horas atrás

Caminhoneiro faz piada e acaba sendo morto

Após uma brincadeira do caminhoneiro, o eletricista tomou uma atitude errada e completamente equivocada

2 horas atrás

Caminhoneiro na Argentina manda recado para o Presidente Bolsonaro

Caminhoneiro argentino grava um depoimento e envia recado para Bolsonaro e para os Brasileiros, para…

2 horas atrás

Como foi feito o comercial da Volvo com o ator Jean-Claude Van Damme

Esse incrível comercial da Volvo que gerou uma série de vários outros, teve inicialmente o…

3 horas atrás

Raízen personaliza caminhão Volvo FMX com grafismo e as cores LGBTia+

A pretensão da Raízen, que é uma empresa integrada de energia e referência em biocombustíveis,…

3 horas atrás

Caminhoneiro entra dentro de enchente e o pior acontece

Caminhão provocou uma forte onda de água.

10 horas atrás