Publicidade
Categorias Caminhãofrete

Leilão de frete oferece uma economia de até 30% nos custos

Publicidade

O Brasil é o país com a maior concentração de transporte rodoviário, segundo dados divulgados pelo Banco Mundial

Leilão de frete oferece entre os anos de 2009 e 2019 o número de caminhões licenciados no Brasil aumentou 38,5%, chegando a 2,81 milhões de veículos no ano passado. Em contrapartida, mais de 155 mil transportadoras de carga foram regularmente inscritas no mesmo período.
Redução de custos – Pensando neste mercado, empresários do setor portuário e do agronegócio desenvolveram um sistema eletrônico de gestão e cotação de frete que oferece uma economia de até 30% nos custos com o transporte de cargas para em todo o Brasil. A plataforma FastFrete possibilita a realização de leilões e a integração entre embarcadores e transportadoras – principais atores no cenário da logística brasileira . Ao todo são mais de 200 transportadoras cadastradas na plataforma e 30 mil caminhões.
O responsável pelo setor de logística de fretes na empresa BR Fértil, localizada em Curitiba, Rodrigo Buhrer Ferreira, conta que está utilizando a plataforma há quatro meses e as vantagens são significativas.
“A agilidade e a economia é o que mais nos impressiona. Ao entrarmos na plataforma e disponibilizarmos a nossa carga, em aproximadamente 40 minutos já temos o resultado, prevalecendo sempre o menor valor para o transporte”, conta o profissional que atua na área de importação de fertilizantes.
Segundo ele, neste período a empresa, já utilizou a plataforma para transportar mais de 18 mil toneladas em produtos que foram transportados para o Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rondônia e interior do Paraná.
“Temos tido um bom retorno e, em alguns casos, uma economia de até 20% dependendo da sazonalidade. Quanto mais veículos disponíveis, menor o custo do frete”, conta.
Um dos mentores da plataforma, o empresário do ramo de logística portuária, Valdécio Bombonatto, explica que durante o leilão, os transportadores têm acesso a todas as informações e valores informado pelos seus concorrentes. “Outro benefício é a possibilidade de aproveitar o frete de retorno, evitando que os caminhões transitem vazios e rentabilizando a operação”, completa Valdecio, que tem mais de 30 anos de atuação no setor.
Fonte: Agro Link

Publicidade
admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação