PRF avalia os pontos críticos de acidentalidade nas rodovias federais

PRF avalia os pontos críticos de acidentalidade nas rodovias federais

PRF realiza estudos nos pontos com elevado índice de acidentes em todo Brasil

PRF avalia os pontos críticos e objetivando avaliar os pontos críticos de acidentalidade nas rodovias federais, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, na primeira semana de julho, a Operação Vita. As ações desenvolvidas fazem parte do Projeto Nacional de Redução de Mortes (PNRM), o qual possuí medidas a serem implantadas, garantindo segurança e fluidez no trânsito.

Mato Grosso teve 5 trechos analisados, sendo eles:
BR – 163 do Km 830 ao Km 840 (88º segmento de maior acidentalidade no Brasil) – Sinop
BR – 070 do Km 0 ao Km 10 – Barra do Garças
BR – 364 do Km 200 ao Km 210 – Rondonópolis
BR – 364 do Km 340 ao Km 350 – Santo Antônio do Leverger (Serra de São Vicente)
BR – 070 do Km 500 ao Km 510 – Cuiabá (Rodovia do Imigrante)

Com exceção do trecho da BR – 364, km 340 ao km 350 (Serra de São Vicente), todos os outros são em perímetros urbanos.

As inspeções técnicas foram feitas por 11 PRFs do Grupo de Investigação de Acidentes de Trânsito (GIAT), que percorreram todos trechos acima elencados.

PRF avalia os pontos críticos e o estudo realizado ao longo de variados pontos, dentro desses segmentos de 10km, envolveu vários fatores que vão desde condições de infraestrutura, até os fatores humanos. Ao final da análise desses fatores, será elaborado um relatório que servirá de guia para ações de fiscalização e prevenção aliados a ações de conscientização através de educação para o trânsito. Ainda, os dados obtidos possibilitarão a sugestão de melhoria na infraestrutura viária aos órgãos parceiros, aumentando a segurança viária e consequentemente, reduzindo os índices de acidentes.

Fonte: Cenário MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.