Operação da PRF descobre desmanche de caminhões roubados

Operação da PRF descobre desmanche de caminhões roubados

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal apreendeu veículos e peças roubadas em um desmanche clandestino em Jacupiranga, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (6). Segundo apurado pelo G1, no último dia 3, a polícia já havia feito uma operação no mesmo local, onde conseguiu prender o proprietário do imóvel. Um suspeito fugiu e outro foi morto.

De acordo com informações da PRF, a apreensão ocorreu durante a Operação Corredor, com foco na repressão às fraudes em veículos. Logo pela manhã, os policiais receberam uma denúncia anônima informando que, na altura do Km 113 da Rodovia Régis Bittencourt, em um desmanche descoberto pela PRF na semana passada, estariam queimando peças de um caminhão branco e substituindo por outras.

Ainda conforme e queixa, elas seriam transportadas para outro local, com o objetivo de dificultar a investigação policial. Após a denúncia, a equipe seguiu para o local indicado, onde encontrou um homem, que fugiu por uma área de mata ao ver a polícia. As autoridades também avistaram fumaça saindo do imóvel.

Dentro do desmanche, os policiais encontraram várias peças de caminhão, todas queimadas e já sem identificação. O caminhão branco, descrito na denúncia, também estava estacionado no galpão. Dentro e ao lado dele, os PRFs encontraram cinco chassis de caminhão, todos com a numeração raspada ou removida com maçarico de solda, sendo quatro deles totalmente cortados com maçarico.

Ao verificarem o caminhão, os policiais descobriram que se tratava de um veículo roubado em agosto de 2017, na cidade de São Paulo. Ainda no local, foi encontrada a cabine de um outro caminhão, que estava sobre o veículo do proprietário do imóvel. Com a numeração, a equipe descobriu que a cabine pertence a um caminhão roubado em Osasco, na Grande São Paulo, em 29 de junho deste ano.

Todos os bens foram apreendidos e passarão por perícia. A operação foi conduzida por policiais rodoviários federais da Delegacia de Registro, da Superintendência da PRF de São Paulo e do Rio de Janeiro. Conforme informou a polícia, até o momento, ninguém foi preso.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.