Caminhões autônomos até 2024 devem estar implementadas uso comercial

Caminhões autônomos até 2024 devem estar implementadas uso comercial

A startup quer tornar a operação autônoma eficiente para que os caminhões

Caminhões autônomos até 2024 e a startup TuSimple, empresa que desenvolve tecnologias para caminhões autônomos, acaba de lançar a primeira rede autônoma de cargas nos Estados Unidos. Batizado de Autonomous Freight Network (AFN), o sistema já está em operação em sete rotas no país. Os caminhões autônomos podem rodar sem motorista.

O sistema é composto por caminhões autônomos, rotas mapeadas digitalmente e terminais em locais estratégicos. Tudo é controlado por meio do aplicativo de monitoramento TuSimple Connect. O conjunto compõe a tecnologia chamada L4. O objetivo é tornar a operação mais segura e eficiente.

“Nosso objetivo é ter uma rede de transporte com rotas mapeadas conectando centenas de terminais. E permitir operações autônomas de longa distância eficientes e de baixo custo”, diz o presidente da TuSimple, Cheng Lu.

Caminhões autônomos de longas distâncias em etapas

A entrada em operação da rede autônoma ocorrerá em três fases. Nesta inicial, os caminhões vão trafegar por rotas entre as cidades de Phoenix e Tucson, no Estado do Arizona, El Paso, Dallas, Houston e San Antonio, no Texas. Esse trecho tem cerca de 1.600 km.

A TuSimple já opera em sete rotas diferentes entre Phoenix, Tucson, El Paso e Dallas. No terceiro trimestre, a startup abrirá um novo terminal de embarque em Dallas. Com isso os caminhões vão poder trafegar de forma autônoma pelo chamado “triângulo do Texas”.

Na segunda fase, com início de operação previsto para 2022, a TuSimple expandirá a rota de Los Angeles, na Califórnia, a Jacksonville, na Flórida. E vai conectar a costa leste à costa oeste dos EUA.

Na terceira fase, a mais ousada, as operações serão expandidas para 48 Estados norte-americanos. Quando isso ocorrer, as operações com veículos autônomos estarão disponíveis para uso comercial em todo o país, de acordo com informações dos executivos da TuSimple

Os EUA vão funcionar como mercado-piloto para a companhia. Após a conclusão da implantação da terceira fase, o próximo passo da startup é replicar a estratégia em países da Europa e Ásia.

A meta da empresa é expandir rapidamente as operações e o número de rotas de veículos autônomos. E fornecer o serviço a usuários em qualquer lugar, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Grandes operadores logísticos apoiam

Representantes dos principais operadores logísticos norte-americanos participaram do evento de lançamento da rede autônoma da TuSimple. Havia executivos de companhias como UPS, Penske Truck Leasing, Xpress e McLane, por exemplo.

O U.S. Xpress, aliás, é uma das parceiras do projeto. A companhia, cuja frota tem aproximadamente 7 mil caminhões, vai fornecer dados da operação para ajudar no aprendizado e no aprimoramento da tecnologia L4. Com acesso a mais rotas, a TuSimple pode refinar o sistema.

O objetivo é tornar o sistema mais seguro e reduzir o risco de acidentes. Por ora, cada caminhão terá um motorista que, embora não dirija de forma efetiva, ficará ao volante para monitorar tudo o que acontece durante a viagem. Esses condutores poderão tomar o controle do caminhão em caso de necessidade.

Fonte: Estradão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.