ACESSO AO PORTO DE PARANAGUÁ RECEBERÁ OBRAS E SERÁ PEDAGIADO

ACESSO AO PORTO DE PARANAGUÁ RECEBERÁ OBRAS E SERÁ PEDAGIADO

A Empresa de Planejamento e Logística (EPL) – estatal do governo federal que está elaborando a proposta do novo pedágio do Paraná – confirmou que o acesso ao Porto de Paranaguá foi incluído no lote de rodovias do Litoral a ser concedido no ano que vem. Em 2019, o governo do Paraná informou o desejo de que o trecho fosse pedagiado e lamentou que isso não tivesse sido feito em 1997, quando foram assinados os atuais contratos de concessão. As informações são de Katia Brembatti, da Gazeta do Povo.

Os seis quilômetros da Avenida Ayrton Senna estão sob a jurisdição do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), que alegava não dispor dos recursos necessários para a realização das obras necessárias. Então, em 2018, o Porto de Paranaguá pediu autorização para realizar reparos emergenciais, que incluem ajustes no pavimento e até a construção de trincheiras, uma vez que são constantes os congestionamentos no local. É que o trecho representa um problema no pesado tráfego de mil caminhões que passa pela avenida.

O projeto que estipula as rodovias a serem pedagiadas, com a proposta de 3,8 mil quilômetros, está sendo elaborado pela EPL em parceria com a IFC, braço do Banco Mundial. O trabalho será analisado nos próximos meses pelo Ministério da Infraestrutura e pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Depois, a proposta será debatida em audiências públicas; aí então irá para a concorrência internacional.

Foto: Jonathan Campos Da Gazeta do Povo

Jornalista:Rodrigo Duarte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.