Publicidade

Renault caminhões demitirá 463 trabalhadores na França

Publicidade

Queda no mercado de caminhões é responsável pela atitude

Renault caminhões demitirá funcionários, subsidiária do Grupo Volvo antecipa uma queda significativa no mercado de caminhões em 2020 e não espera que a atividade econômica retorne aos níveis pré-crise no curto e no médio prazo. A empresa já está sentindo os efeitos da fragilidade econômica do setor de transportes e prevê uma desaceleração duradoura na demanda dos clientes. A conseqüência imediata dessa situação é uma queda significativa na receita. Para compensar essa queda e continuar investindo no futuro, a fabricante francesa de caminhões está se esforçando para reduzir custos.

A Renault Trucks planeja ajustar sua organização para reduzir a demanda do mercado, enquanto acelera sua transformação com foco na experiência do cliente e do motorista e na transição de energia. Isso poderia resultar na redução de sua força de trabalho em 463 posições na França. Somente trabalhadores de colarinho branco seriam afetados. Em paralelo,

Renault caminhões demitirá funcionários para alcançar esse objetivo, a gerência da Renault Trucks trabalhará em estreita colaboração com os sindicatos representativos em um acordo-quadro para o projeto de ajuste da força de trabalho planejado na forma de um esquema de rescisão contratual coletiva. Esse projeto também seria acompanhado por medidas internas de transferência de habilidades e aprimoramento, a fim de permitir ao fabricante enfrentar os novos desafios de sua indústria.

Publicidade
admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação