Caminhoneiros que trafegam pela BR-163 no MS estão recebendo máscaras

De acordo com a concessionária, ação visa reduzir a expansão do coronavirus

Caminhoneiros que trafegam pela BR do Mato Grosso do Sul, estão recebendo máscaras da concessionária MSVia, responsável pela rodovia, como forma de prevenção ao coronavírus.

De acordo com a concessionária, a ação iniciou na quinta-feira (28) a distribuição gratuita de máscaras para motoristas de caminhão na rodovia. Neste primeiro momento, foram distribuídas 218 máscaras na praça de Pedágio de Jaraguari e a ideia é estender a ação para outros pontos da rodovia nas próximas semanas.

Ainda de acordo com a empresa, a iniciativa visa contribuir para que os profissionais do volante continuem trabalhando para manter o abastecimento do país e vai ao encontro dos apelos feitos pelo Ministério da Infraestrutura e as Secretarias estadual e municipais de Transporte.

De acordo com a MS Via, a ação faz parte do Plano de Apoio ao Caminhoneiro estabelecido pelo Grupo CCR, que já foi responsável por mais de 30 mil atendimentos na BR-163. Ao todo, foram produzidas 20 mil máscaras reutilizáveis para distribuição aos caminhoneiros que trafegam pela BR-163/MS.

A CCR MSVia tem realizado regularmente entre caminhoneiros a oferta de kits de alimentação e higiene, auxílio médico e desinfecção de cabines. Essas ações acontecem em postos avançados, criados pela empresa em bases operacionais do SAU (Serviço de Atendimento a Usuários) e em praças de pedágio.

Os produtos distribuídos são fruto de parcerias estabelecidas pelo Grupo CCR com fornecedores da empresa e, também, como é o caso das máscaras, com o patrocínio direto da empresa. No momento da entrega, colaboradores da concessionária explicam rapidamente como o usuário deve colocar a máscara e quais cuidados deve adotar para lavar e reutilizá-la.

Na ação desta quinta, além das máscaras, os motoristas receberam kits de alimentação e higiene contendo 3 bolachas pequenas, 1 água mineral, 1 achocolatado, 1 barra de cereal e 1 sabonete.

Fonte: Estradas

brasildotrecho:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler