Publicidade

Ônibus articulado elétrico da Man vão chegar a Barcelona e Colónia

Publicidade

12 metros de versão solo produzidos em série deverão ser entregues  Roteiro da e-mobilidade da MAN

Ônibus articulado elétrico da Man e maior, mais poderoso e mais eficiente, aí está o novo autocarro MAN Lion’s City 18 E, lançado em Dezembro último e cuja marca assinala agora o início das vendas, apontando este veículo como a escolha ideal para a manutenção de rotas de grande frequência no tráfego urbano. Medindo 18 metros de comprimento, estamos perante um autocarro elétrico articulado capaz de transportar até 120 passageiros para os seus destinos de forma segura, confortável e sem produzir emissões. Os primeiros autocarros de demonstração serão inaugurados nas ruas de Barcelona e Colónia no segundo semestre de 2020.

Com dois motores centrais elétricos e dois eixos motrizes, estes deverão melhorar a estabilidade de condução e, por consequência, a segurança de um autocarro que, tanto enquanto articulado como na variante de autocarro solo impressionam com um “alcance fiável”, de acordo com a expressão da marca, de 200 km (e até 270 km em condições favoráveis) ao longo de toda a vida útil da bateria.

Como parte do seu roteiro de e-mobilidade, a MAN Truck & Bus está a enviar este ano uma frota de autocarros elétricos de demonstração para clientes em cinco países europeus. A frota é composta por 15 veículos de teste que serão utilizados nas suas operações diárias, incluindo este programa de testes dois ensaios de campo com o novo MAN Lion’s City 18 E, que será apresentado nas ruas de Barcelona e Colónia, no âmbito das operações de serviço programado. Quanto às vendas do novo autocarro elétrico articulado, estas começaram já em Abril.

Roteiro da e-mobilidade da MAN

“Medindo 18 metros de comprimento, o MAN Lion’s City 18 E é a escolha perfeita para qualquer empresa que procure um autocarro urbano totalmente elétrico, ou seja, que não produza emissões e com espaço para muitos passageiros”, sublinha Rudi Kuchta, Diretor da Unidade de Negócios Autocarros da MAN Truck & Bus.

Dois motores centrais elétricos no segundo e terceiro eixos dão ao autocarro a potência necessária para o tráfego na cidade. Ao contrário dos motores elétricos posicionados perto dos cubos das rodas, estes modelos são mais fáceis de aceder e têm um design mais simples. Como tal, os operadores de transporte beneficiam quando se trata de trabalhos de manutenção e do Custo Total de Propriedade (TCO). Os dois eixos motrizes são sincronizados eletronicamente e também ajudam a melhorar o manuseamento do autocarro articulado à medida que aumentam a estabilidade de condução e, por sua vez, o nível de segurança. Além disso, o autocarro articulado vem com um sistema de controlo anti tesoura e um sistema de controlo do ângulo morto, que melhoram ainda mais a estabilidade de condução. Assim, é possível evitar antecipadamente situações críticas uma vez que o binário de acionamento pode ser distribuído seletivamente pelos dois eixos motrizes, de acordo com a situação específica em causa.

Ainda de acordo com as indicações fornecidas pela MAN, os dois eixos motrizes destes veículos aumentam a energia máxima recuperada em travagem. “O maior nível de recuperação significa que o autocarro elétrico articulado é sempre altamente eficiente, independentemente do estilo de condução do condutor ou da topografia”, comenta Rudi Kuchta. Na MAN Lion’s City 18 E, a linha de transmissão totalmente elétrica produz entre 320 kW e um máximo de 480 kW. A energia para isso vem das baterias modulares com 640 kWh de capacidade instalada. Aqui, a MAN confia na tecnologia de células de lítio-ião (NMC) totalmente desenvolvida a partir do kit modular do grupo. As baterias têm um sistema inteligente de gestão de temperatura que foi otimizado para utilização em autocarros urbanos. Este sistema assegura que as baterias estão sempre disponíveis, independentemente da época do ano. Como resultado, a MAN Lion’s City 18 E impressiona com um alcance de 200 km (e até 270 km em condições favoráveis) ao longo de toda a vida útil das baterias.

No total, existem oito baterias, que se encontram no tejadilho do autocarro articulado. Isto é vantajoso porque significa que as baterias estão localizadas longe da traseira do veículo, que é uma área com maior risco de colisão. Significa também que são de mais fácil acesso para manutenção. As baterias são carregadas no depósito através de uma ficha do Sistema de Carre-gamento Combinado (CCS). Com uma potência média de carga de 100 kW e uma potência máxima de até 150 kW, o autocarro articulado pode ser totalmente carregado em menos de quatro horas.

Publicidade
admin_brasildotrecho

Deixe um comentário

Esse website utiliza cookies.

Consulte Mais informação