Caminhoneiro cai em golpe do consórcio e perde R$ 53 mil e não recebe caminhão

Caminhoneiro deixo o trabalho para poder trabalhar com seu próprio caminhão e ficou 6 meses desempregado

Caminhoneiro cai em golpe do consórcio e não recebe caminhão que havia adquirido, entretanto Celso Russomano entra no caso para tentar ajudar. Portanto o apresentado mostra a empresa administradora de consórcio envolvida no caso, pertencente ao estado do Rio de Janeiro.

Então de início o vendendo anuncia o consorcio de um caminhão a espera de clientes interessados em participar, assim que algum cliente entra em contato o vendedor anuncia já ter fechado o negócio.  Sobretudo o golpista informa conhecer alguém interessado em vender a carta de crédito. Ao passo que mais de 10 pessoas acabaram caindo no golpe do falso consorcio, surpreendentemente uma das vítimas acabou perdendo R$ 53 mil reais no golpe.

Com a finalidade de lesar a vítima, a empresa administradora fica dando desculpas, a fim de, ganhar tempo afirmando que em 10 dias a vítima recebera o bem adquirido. De maneira idêntica a empresa faz a mesma tratativa com todas as vítimas são lesadas.

O caminhoneiro investiu todo o dinheiro que tinha, largou o trabalho com a esposa para dar início ao seu projeto com o caminhão. Infelizmente a vítima estar sem o dinheiro investido em consorcio, sem o caminhão e sem emprego durante 6 meses.

Como funciona consórcio ?

De início a administradora tem que ser autorizada pelo Banco Central, posterior um grupo é reunido com interesse de adquirir um determinado bem, podendo ser casa, carro, terreno, imóvel e moto.

É importante que o grupo iniciado possa atingir o número mínimo de consorciados necessário para que, dessa maneira, torne algo factível. Ao longo de um tempo determinado o consociado deverá pagar um valor mensal durante a vigência do consócio.

Como descobrir ser a administradora é de confiança?

É extremamente importante fiscalizar sobre a administradora do consorcio antes de iniciar o mesmo, em virtude de evitar fraudes ou empresas fraudulentas. Para que essa pesquisa tenha êxito o ideal é pesquisar em órgão de proteção ao consumidor um dos mais importante o PROCON. Outra fonte de pesquisa com especialização é o site (Reclame Aqui) mostrando histórico da determinada empresa e comentário dos clientes que já utilizou o serviço da referida.

Fonte: Brasil do Trecho 

brasildotrecho:

Ver comentários (28)

  • também caí nesse golpe e faz mais de ano que tentei reaver o valor entregue em dinheiro, para a empresa CONSORBRÀS fui enganado também entrei na justiça mas não houve até hoje nenhuma manifestação da empresa e os envolvidos vivem mudando de lugar, quem me vendeu foi um tal de Arthur que se dizia representante da referida empresa e dizia que estava registrada nno Bco central se fosse possivel era bom por a policia atrás desses caras

  • E eu estou sendo enganada pela New line credit intermediação de negócios, onde um falso caminhoneiro anuncia a venda de um caminhão que, tendo vendido, sugere uma empresa que vende cartão contemplada, onde a falsa vendedora Ana me enrola com 16.883,00 e até hoje ninguém me devolveu minha entrada dada em setembro/19. A empresa é NEW LINE CREDIT INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS, Cuidado. Tudo lá e golpe.

  • Sou vendedor de caminhão e consórcio, o que acontece é que os interessados acreditam em ofertas que não existem, quando oferecemos cartas de consórcios de empresas idôneas, de fábrica direto acham muito caro e difícil de ser contemplado, quando falamos que não existem milagres, riem da nossa cara e nos chamam de exploradores, não existe almoço grátis, antes de fazer qq negócio peça informação com empresas idôneas e conhecidas no mercado de consórcios, assim poderá fazer negócio com garantia.

  • Oi pessoal , eu tambem tenho um valor preso e estou tentando rever oque é meu.
    Poderiamos nos unir contra esses golpes

  • Além do Olx, agora é no mercado livre, cheio de golpistas, não existe facilidades para comprar caminhão nem banco ou consórcio que vende via boleto cartório, ou a polícia acaba com essa raça do cão que são os estelionatários ou a credibilidade do site fica em descrédito

  • Todos esses relatos tem em comum alguns fatores tais como: falta de investigação dos pseudos consórcios, pressa na aquisição do bem e valores abaixo do mercado além de promessas que não estão no contrato.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site usa cookies.

ler